Tamanho do texto

Além das vítimas fatais, outros dois homens ficaram feridos durante tiroteio em local conhecido como "Palquinho do Feitoria", na cidade de São Leopoldo

Carnaval no Palquinho foi marcado por um tiroteio, que resultou na morte de duas mulheres; ninguém foi preso ainda
reprodução/Polícia Civil
Carnaval no Palquinho foi marcado por um tiroteio, que resultou na morte de duas mulheres; ninguém foi preso ainda

Duas mulheres foram baleadas durante um tiroteio, na madrugada deste domingo (3), em uma festa de Carnaval a céu aberto, em uma via pública, em São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre. Além das vítimas, outros dois homens ficaram feridos no “Palquinho do Feitoria”, como é conhecido o local na Avenida Integração, que costuma reunir diversas pessoas durante a madrugada de folia.

Leia também: Colombiano é preso por furtar 58 celulares em blocos de rua no Carnaval de SP

Segundo a Polícia Civil, cerca de 40 pessoas estavam na praça durante o tiroteio . Por volta das 4h de ontem, um veículo do modelo HB20 estacionou e dois homens armados saíram do carro, disparando contra as pessoas que estavam no local.

Lucia Graziela Schultz, de 35 anos, foi atingida por pelo menos cinco tiros e morreu no local. Enquanto Pamela da Rosa Rodrigues, de 26 anos, chegou a ser socorrida, porém não resistiu aos ferimentos no peito e morreu no Hospital Centenário, próximo ao centro da cidade.

Além das vítimas fatais, Felipe Lima Cavalheiro, de 28 anos, foi atingido no braço esquerdo, mas foi liberado logo após o atendimento. Já Álvaro Júnior Veiga da Silva, de 31 anos, foi atingido por cinco projéteis e passou por cirurgia para remoção das balas. Segundo o hospital, Silva permanece em estado regular e não corre riscos.

Leia também: Temporal deixa Rio em estágio de atenção em pleno domingo de Carnaval

A investigação do caso ouviu testemunhas e buscou imagens das câmeras de segurança da região, porém os equipamentos do local não estão funcionando. A polícia ainda não sabe se os criminosos tinham as mulheres como alvos, e ninguém foi preso.

Tiroteio no Rio

Tiroteio durante brigada de
Reprodução/Record TV
Tiroteio durante brigada de "bate-bolas" deixa duas pessoas mortas

Na capital fluminense, o Carnaval também foi marcado por confusão. Próximo à estação de trem Marechal Hermes,  um confronto entre grupos vestidos com a fantasia de “bate-bolas” deixou, pelo menos, duas pessoas mortas e outras quatro feridas. Tanto as vítimas, quanto os autores dos disparos, ainda não foram identificados.

Um vídeo circulando nas redes sociais mostra o momento em que um veículo avança sobre os “bate-bolas”, provocando gritaria. As imagens também mostram os feridos pelo tiroteio sendo deixados pelo chão e sendo ajudados por outras pessoas que estavam no local.