Tamanho do texto

Para não prejudicar motoristas que ficaram presos no trânsito, multas por rodízio na capital são canceladas; restrição segue normal para o resto do dia

Multas dadas na manhã desta segunda são canceladas devido ao intenso congestionamento provocado pelas chuvas
Fotos Públicas
Multas dadas na manhã desta segunda são canceladas devido ao intenso congestionamento provocado pelas chuvas

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que vai cancelar as multas por rodízio que foram dadas nesta segunda-feira (04), a fim de não prejudicar os motoristas que ficaram presos em congestionamentos, na capital Paulista. Apesar da medida, o rodízio não foi cancelado e restrição volta a vigorar normalmente no período da tarde e da noite, entre às 17h e 20h, para os carros de placa com final 1 e 2.

A decisão foi tomada depois que muitos motoristas ficaram presos no trânsito e receberam multas por circular fora do horário permitido pelo rodízio (entre às 7h e às 10h), devido à  chuva que atingiu São Paulo e provocou alagamentos, bloqueio de vias e lentidão no trânsito  – batendo o recorde do ano.

Segundo a CET, por volta das 9h30, o problema atingiu seu ápice, registrando 202 quilômetros de congestionamento , dentre os 868 quilômetros de vias que percorrem a cidade. Somente na cidade de São Paulo, foram registrados um total de 28 pontos de alagamento , sendo três deles intransitáveis, o que colocou a cidade em estado de atenção pra transbordamentos.  

Leia também: Enquanto SP vive caos por alagamentos, Austrália flagra crocodilos em enchentes

A situação mais complicada era a da zona sul, onde foram registrados 58 km de lentidão. Ela foi seguida pela zona oeste, com 54 km. O trecho do corredor Norte-Sul, na capital, ficou completamente tomado pela água, o que também ocorreu em vias de São Caetano do Sul, no ABC Paulista.

A instabilidade teve início na Baixada Santista, no litoral sul, se intensificou por volta da 1h e se deslocou em direção à capital, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE).

Leia também: Buscas são retomadas por terra após forte chuva em Brumadinho

As chuvas intensas são consequências da frente fria que chegou em São Paulo e deve diminuir o forte calor registrado nas últimas semanas. A máxima nesta segunda-feira (4) será de 25°C e a mínima de 20°C, com previsão de chuvas ao longo do dia. Caso haja novas ocorrências no período da tarde, a CET considera avaliar a possibilidade de que as multas deste período também sejam canceladas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.