Tamanho do texto

Leonardo Nascimento, de 26 anos, foi solto nesta quinta-feira (24), após família provar que suspeito de homicídio estava em casa na hora do crime

Suspeito de matar jovem que tentou proteger a mãe foi solto nesta quinta-feira (24)
Reprodução/ TV Globo
Suspeito de matar jovem que tentou proteger a mãe foi solto nesta quinta-feira (24)

O homem de 26 anos que havia sido preso na semana passada, acusado de ter assassinado Matheus dos Santos Lessa , foi solto na madrugada desta quinta-feira (24), após ser comprovado que o suspeito estava em casa no momento do crime. O verdadeiro autor do homicídio foi preso depois de ter confessado assaltar e balear o estudante de 22 anos, que pulou na frente da mãe para protegê-la do assalto, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Leonardo Nascimento dos Santos estava detido desde a noite do dia 16 no presídio de Benfica, na capital fluminense, após a mãe da vítima ter reconhecido o homem como o autor do homicídio . Segundo a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, a família de Leonardo não aceitou a acusação e alegou que o homem estava em casa na mesma hora em que o crime aconteceu no mercado da família de Matheus.

Imagens da câmera de segurança da rua em que Leonardo mora provaram que o suspeito chegou à sua residência antes do homicídio. Apesar disso, a Polícia Civil decidiu manter o jovem sob detenção, a fim de investigar melhor o caso.

O pedido de soltura de Nascimento só ocorreu na noite desta quarta-feira (23), depois que os policiais reconheceram o erro e prenderam outro homem, identificado com Yuri Gladstone Guimarães, que confessou ter atirado contra Matheus. Segundo a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, Nascimento o deixou a unidade às 0h15.

Leia tambem: Buscas por clubes de tiro disparam após decreto de Bolsonaro sobre posse de arma

Guimarães foi preso em um apartamento na Estrada dos Caboclos, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro , depois que o Disque Denúncia recebeu uma informação anônima sobre onde o suspeito se localizava. De acordo com a Polícia Civil, Guimarães confessou ter atirado contra a vítima para garantir que seu parceiro ainda não localizado, Adelito Santana de Oliveira, pudesse escapar. O detido também confessou ter assaltado o mesmo estabelecimento há cerca de um mês.

Homicídio no Rio de Janeiro

Jovem de 22 anos morreu após ser baleado dentro do mercado em que trabalhava, na zona oeste do Rio de Janeiro
Reprodução/ Facebook
Jovem de 22 anos morreu após ser baleado dentro do mercado em que trabalhava, na zona oeste do Rio de Janeiro

Matheus Lessa foi assassinado durante um assalto na noite do último dia 15 , quando uma dupla de criminosos exigiu o dinheiro do caixa e ameaçou a mãe da vítima, Carla Cristina Rodrigues Santos, após terem furtado todo o dinheiro. Foi nesse momento que Matheus se jogou na frente da mãe e foi baleado. O jovem chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do Hospital Municipal Rocha Faria, em Campo Grande, também na zona oeste do  Rio de Janeiro. 

Segundo a família, Matheus havia acabado de se formar em psicologia e se preparava para a cerimônia de conclusão do curso. Uma mulher que havia sido atendida pela vítima de homicídio no mercado prestou apoio à família nas redes sociais. "Estou arrasada, já chorei muito. Eu comprei água com ele ontem, não o conhecia, mas 5 minutos que fui bem atendida, menino educado. Triste mesmo! Que Deus conforte o coração dessa família", escreveu.

*Com informações da Agência Brasil. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.