Tamanho do texto

Matheus dos Santos Lessa, de 22 anos, foi baleado ao tentar proteger a mãe de assaltantes no mercado da família, na zona oeste do Rio de Janeiro

Jovem de 22 anos morreu após ser baleado dentro do mercado em que trabalhava, na zona oeste do Rio de Janeiro
Reprodução/ Facebook
Jovem de 22 anos morreu após ser baleado dentro do mercado em que trabalhava, na zona oeste do Rio de Janeiro

Um jovem de 22 anos morreu após ser baleado ao tentar proteger a mãe durante um assalto em Barra de Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro, na noite dessa terça-feira (15). Matheus dos Santos Lessa foi atingido nas mãos e no pescoço e não resistiu aos ferimentos.

Leia também: Motorista é preso após estuprar jovem e anotar contato na pele da vítima, em GO

O caso aconteceu enquanto assaltantes atacavam o mercado da família da vítima na Rua Francisco Furtado, por volta das 19h30. Os dois criminosos exigiram o dinheiro do caixa e ameaçaram a mãe da vítima, Carla Cristina Rodrigues Santos, após terem furtado todo o dinheiro. Foi nesse momento que Matheus se jogou na frente da mãe e foi baleado. O jovem chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do Hospital Municipal Rocha Faria, em Campo Grande, também na zona oeste do Rio de Janeiro

Segundo a Polícia Militar, os criminosos fugiram do estabelecimento depois de terem efetuado os disparos. O mercado não possuía câmeras de segurança e as câmeras dos vizinhos estavam desligadas. Apesar disso, as equipes da Delegacia de Homicídios (DH), que investigam o caso, seguem em busca de testemunhas e imagens que possam ajudar a encontrar os assaltantes.

Leia também: Mãe é presa ao tentar vender filho de 12 anos, na Bahia

Na manhã desta quarta-feira (16), os moradores da região onde aconteceu o assalto se juntaram para homenagear o jovem, colocando velas, flores e um bilhete na porta do estabelecimento onde a vítima foi baleada.

Segundo a família, Matheus havia acabado de se formar em psicologia e se preparava para a cerimônia de conclusão do curso. Nas redes sociais, a morte do jovem causou comoção entre aqueles que lamentaram o acontecido e elogiaram a atitude do garoto.

Leia também: MP afirma ter certeza de que morte de Marielle está relacionada a milícias

Uma mulher que havia sido atendida por Matheus no mercado na zona oeste do Rio de Janeiro prestou apoio à família. "Estou arrasada, já chorei muito. Eu comprei água com ele ontem, não o conhecia, mas 5 minutos que fui bem atendida, menino educado. Triste mesmo! Que Deus conforte o coração dessa família", escreveu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas