Tamanho do texto

Corpos de três bolivianos, que estavam desaparecidos desde dezembro, são encontrados mutilados dentro de sacos plásticos, em Itaquaquecetuba

Corpos de bolivianos desaparecidos são encontrados dentro de sacos plásticos, no interior de São Paulo
Reprodução/ Facebook
Corpos de bolivianos desaparecidos são encontrados dentro de sacos plásticos, no interior de São Paulo

Uma família de bolivianos foi encontrada morta e mutilada na noite desta terça-feira (8) em uma casa em Itaquaquecetuba, no interior de São Paulo. Os corpos de Jesus Reynaldo Condori, de 39 anos, da esposa, Irma Morante Tanizo, de 38 anos, e do filho do casal, Gian Abner Morante Condori, de oito anos, foram encontrados embalados em sacos plásticos dentro de três malas.

Leia também: Personal trainer desaparecida deixou carta antes de sair de academia, no Guarujá

A família de bolivianos estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro do ano passado. Eles eram procurados por parentes da Bolívia que chegaram a fazer campanha nas redes sociais na busca pelos três e para denunciar o crime à polícia, tanto no Brasil quanto no país de origem.

Segundo a Polícia Militar, a casa em que o casal e a criança foram encontrados havia sido alugada pelo cunhado – ainda não localizado – de uma das vítimas, a fim de guardar máquinas de confecção de roupas. O parente teria vindo ao Brasil para ajudar a família na produção e não estaria satisfeito com o pagamento recebido, de acordo com os investigadores. Por ser um caso internacional, o homem está sendo procurado pela Interpol.

Leia também: Governo do Ceará transfere 21 presos após uma semana de ataques no estado

A descoberta foi feita após denúncia de cárcere privado no bairro do Jardim Paineira. Após a polícia entrar em contato com o dono do imóvel e entrar na casa, as malas foram encontradas no banheiro dos fundos. Foi confirmado pela perícia que os corpos mutilados são da família boliviana.

O caso está sendo investigado pelo 1° Distrito Policial de Itaquaquecetuba. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo (SSP), testemunhas já foram ouvidas e as investigações atrás do criminoso continuam. Dois suspeitos de terem ajudado a carregar os corpos dos bolivianos de São Paulo para o interior foram ouvidos na manhã desta quarta-feira (9).

Leia também: João de Deus se torna réu por violação sexual e estupro de vulneráveis

*Com informações da Agência Brasil. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.