Tamanho do texto

Marido agrediu mulher em posto de gasolina na zona norte de São Paulo durante a madrugada e câmeras de segurança gravaram a agressão. Veja

Motorista de aplicativo é flagrado agredindo mulher na zona norte de São Paulo por câmeras de segurança de posto de gasolina
Reprodução/Câmera de segurança
Motorista de aplicativo é flagrado agredindo mulher na zona norte de São Paulo por câmeras de segurança de posto de gasolina

Um motorista de aplicativo de 53 anos foi preso na madruagada deste sábado (5) e depois liberado pela Justiça após agredir e tentar atropelar a esposa em um posto de combustíveis no Parque Novo Mundo, bairro da zona norte de São Paulo. Funcionários do estabelecimento e clientes presenciaram as agressões e uma câmera de segurança do posto flagrou a ação.

Leia também: Filho de vereador que agrediu e desfigurou rosto de esposa é preso, no Rio

Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista José Marcondes Alves de Oliveira estava em um carro acompanhado de sua esposa Silvana Alvarenga de Souza, também de 53 anos, quando estacionou a pedido da companheira por volta da 1h20. Quando ela desceu do veículo, no entanto, ele tentou atropelá-la três vezes.

Como não conseguiu, o homem desceu do carro e começou a tentar retirar o celular das mãos da vítima, momento no qual chegou a agredi-la com socos e chutes na cabeça após a mulher cair no chão.

Testemunhas presenciaram a violência contra a mulher e, logo após o motorista chutar a cabeça da mulher, um homem tentou ajudar a vítima e foi intimidado pelo agressor que chegou a colocar a mão na parte de trás da calça como quem ameaça portar uma arma de fogo.

Leia também: Homem flagrado agredindo esposa em elevador é preso em Goiás

Imediatamente depois, a Polícia Militar foi acionada e realizou a prisão em flagrante do agressor enquanto este tentava fugir do local.

Já a mulher foi socorrida pelos policiais e encaminhada ao Hospital Municipal Vereador José Storopolli com ferimentos na cabeça e em outras partes do corpo. Após ser medicada, a mulher foi liberada e seguiu para casa. Enquanto isso, o agressor foi conduzido até o 73ª Distrito Policial, no Jaçanã, também na zona norte de São Paulo, onde o Boletim de Ocorrência foi registrado e o caso enquadrado como lesão corporal e violência doméstica.

O agressor passou por audiência de custódia no Fórum Criminal da Barra Funda para saber se continuaria preso, mas lhe foi concedida liberdade provisória e ele poderá responder ao processo em liberade. No entanto, José Marcondes Alves de Oliveira terá que cumprir medida cautelar e não poderá ficar a menos de 100 metros da vítima, além de se comprometer a comparecer à Justiça sempre que solicitado sob pena de ter a liberdade provisória convertida em prisão preventiva.

A Polícia não revelou qual teria sido a motivação da briga, mas a vítima relatou que essa não foi a primeira vez que o marido a agrediu e que, em outra ocasião, o marido que é motorista de aplicativo, mas já foi policial civil, já tinha a ameaçado com uma arma.

Leia também: Homem que ateou fogo na ex-mulher é preso no ABC Paulista

Veja o vídeo que mostra, no canto inferior da tela, o marido arrastando a mulher, a vítima caindo no chão, o homem tentando arrancar o celular da mão da esposa e, na sequência, chutando sua cabeça pouco antes do motorista  ameaçar um homem que tentou intervir na briga.


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.