Tamanho do texto

Alessandro Ribeiro Oliveira foi denunciado por lesão corporal em situação de violência doméstica e foi encaminhado para a cadeia pública de Valparaíso

Alessandro Oliveira teve a prisão preventiva decretada após ser flagrado agredindo a esposa em um elevador em Goiás
Divulgação
Alessandro Oliveira teve a prisão preventiva decretada após ser flagrado agredindo a esposa em um elevador em Goiás

O homem que foi flagrado pelo circuito internado de segurança agredindo a esposa em um elevador de um condomínio no Parque das Cachoeiras, em Valparaíso de Goiás, próximo ao Distrito Federal foi preso na tarde desta quinta-feira (3).

Leia também:  Câmera de elevador flagra homem dando socos e tapas em mulher, em Goiás

De acordo com a delegada Ísis Leal, responsável pelo caso, Alessandro Ribeiro Oliveira, de 31 anos foi intimado, se apresentou à delegacia e teve a prisão preventiva decretado enquanto estava sendo interrogado. Ele foi encaminhado para a cadeia pública de Valparaíso do Goiás.

O homem foi indiciado por lesão corporal leve, com o agravante de situação de violência doméstica . "O inquérito foi concluído, a juíza declarou a prisão preventiva e agora vamos aguardar a denúncia do Ministério Público", explicou a delegada. Ainda segundo a responsável pelo caso, o agravante deve aumentar a pena em caso de condenação.

A agressão aconteceu no dia 29 de dezembro, é foi descoberta pelo síndico do prédio onde o casal morava por acidente. Ele investigava problema técnico em um dos equipamentos e, por isso, precisou ter acesso às imagens da câmera.

Na gravação, o homem que aparece dentro do elevador com uma lata de cerveja na mão avança para cima da mulher que acabou de entrar no local e puxa seus cabelos, jogando-a contra a parede do elevador, que tem a proteção danificada. Em meio ao ataque, o homem ainda profere vários socos e tapas contra a vítima e, em dado momento, joga cerveja na mulher e esfrega a lata em seu rosto.

Alguns moradores chegaram a ouvir a discussão entre o casal, mas não viram o acontecido. Eles são novos no prédio e, por isso, os vizinhos têm poucas informações sobre os dois. A causa da agressão ainda não é conhecida.

Leia também: Homem é espancado após tentar abusar de jovem com deficiência em SP

Após as imagens tomarem as redes sociais e chegarem aos noticiários de todo o País, a vítima foi localizada pela investigação, prestou depoimento e fez exame de corpo de delito. "Ela ainda tinha marcas quando chegou, inclusive foi encaminhada ao IML, a própria delegacia providenciou que ela realizasse o exame", explicou a delegada Ísis Leal.

Ainda de acordo com a responsável pela investigação, o casal segue morando junto no mesmo condomínio em Valparaíso de Goiás . A polícia recomendou que a vítima peça uma medida protetiva contra o marido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas