Tamanho do texto

Durante agressão, homem puxa joga mulher contra a parede do elevador, puxa seu cabelo, joga cerveja e esfrega latinha contra o rosto da vítima

Homem profere socos e tapas em mulher, durante agressão dentro de elevador, em Goiás
Reprodução/ YouTube
Homem profere socos e tapas em mulher, durante agressão dentro de elevador, em Goiás

Câmeras de segurança flagraram um homem agredindo fisicamente uma mulher dentro do elevador de um condomínio no Parque das Cachoeiras, em Valparaíso de Goiás, próximo ao Distrito Federal. As imagens mostram o autor da agressão jogando cerveja, dando tapas e socos e puxando o cabelo da vítima, que é jogada contra a parede do elevador.

Leia também: Homem é espancado após tentar abusar de jovem com deficiência no litoral de SP

O síndico do prédio foi quem descobriu a gravação de agressão , ocorrida no último sábado (29). Segundo o funcionário, o vídeo foi encontrado enquanto ele investigava problema técnico em um dos equipamentos e, por isso, precisou ter acesso às imagens da câmera.

Na gravação, o homem que aparece dentro do elevador com uma lata de cerveja na mão avança para cima da mulher que acabou de entrar no local e puxa seus cabelos, jogando-a contra a parede do elevador, que tem a proteção danificada. Em meio ao ataque, o homem ainda profere vários socos e tapas contra a vítima e, em dado momento, joga cerveja na mulher e esfrega a lata no seu rosto.

Alguns moradores chegaram a ouvir a discussão entre o casal, mas não viram o acontecido. Ambos são novos no prédio e, por isso, os vizinhos têm poucas informações sobre o casal. A causa da agressão ainda não é conhecida.

Até a manhã desta quarta-feira (2), a vítima ainda não havia denunciado o crime na delegacia, segundo informações da delegada Isis Leal, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), que investiga o caso.

Leia também: Prisão de piloto que espancou ex-namorada depende da Justiça, diz polícia

Apesar disso, por ser um caso de lesão corporal contra a mulher, a polícia tem a prerrogativa de investigar o ocorrido, mesmo que a vítima não tenha registrado a agressão.

Agressão e feminicídio em Goiás

Idosa chora arrependido, após cometer agressão e matar esposa, de 66 anos, em Goiás
REPRODUÇÃO/ POLÍCIA CIVIL
Idosa chora arrependido, após cometer agressão e matar esposa, de 66 anos, em Goiás

Ainda nesta semana, outro caso de atentado à mulher aconteceu no estado de Goiás , dessa vez, resultando em morte. Francisco Mariano do Nascimento, de 70 anos, foi preso em flagrante, no domingo (30), após ter matado a facadas sua esposa, de 66 anos, com quem era casado há mais de 45 anos.

Maria da Conceição Silva do Nascimento era aposentada e foi atingida com quatro golpes de faca no tórax, além de apresentar algumas lesões de tentativa de defesa nos braços. Segundo a Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios, o feminicídio teria sido motivado por ciúmes por parte do agressor, que confessou o crime e disse - chorando - estar arrependido.

Leia também: Promotoria apresenta primeira denúncia contra João de Deus por abuso sexual

O assassinato aconteceu dentro da residência do casal, em Goiânia. A prisão do autor da agressão foi efetuada poucos momentos depois do acontecido.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.