Tamanho do texto

Temporal que atingiu a capital paulista na tarde desta quinta-feira (13) fez córrego transbordar, ruas ficarem interditadas e semáforos falharem

Chuva em São Paulo provocaram diversos pontos em alagamentos, inclusive, quatro em que o trânsito ficou completamente interrompido pela quantidade de água na rua
Reprodução/TV Globo
Chuva em São Paulo provocaram diversos pontos em alagamentos, inclusive, quatro em que o trânsito ficou completamente interrompido pela quantidade de água na rua

A chuva forte que atingiu São Paulo na tarde desta quinta-feira (13) deixou toda a capital paulista em estado de atenção para alagamento, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), da Prefeitura de São Paulo. O caso mais grave ocorreu no bairro do Ipiranga onde onde o córrego de mesmo nome transbordou na altura da Praça Leonor Kaupa e, por isso, a subprefeitura da região decretou estado de alerta.

Leia também: Incêndio atinge fábrica de tecidos próximo à rua 25 de março em São Paulo

O CGE também informou que houve pelo menos 12 pontos de alagamento na cidade de São Paulo, dos quais em quatro pontos a água já haiva sido escoada às 17h30. Entre os oito pontos remanescentes, quatro deles permitem que os carros trafeguem, mas nos outros quatro, o trânsito precisou ser completamente interrompido por conta da quantidade de água nas vias após o pico de  chuva .

Segundo os metereologistas da prefeitura, a tarde começou com céu nublado na capital, índices de umidade superiores a 33% e temperaturas variando em torno dos 31,5°C. Dessa forma, a expectativa era de que o calor combinado com a chegada da brisa marítima resultasse em chuvas no fim da tarde como é típico dessa época do ano, o que poderia provocar alagamentos .

No entanto, a chuva se antecipou e caiu forte logo no ínicio da tarde. Por esse motivo, o CGE colocou toda a cidade em estado de atenção para alagamentos. Sendo que as zonas Sul, Oeste e a Marginal Pinheiros entraram nesse status às 14h43; a Zona Sudeste, às 15h13; a Zona Leste e o Centro, às 15h26; e finalmente a Zona Norte e a Marginal Tietê, às 15h55, conforme as nuvens avançavam pela cidade.

Leia também: Queda de avião mata duas pessoas e fere 12 na zona norte de São Paulo

Já de acordo com o Corpo de Bombeiros, até às 17h, outras 14 enchentes foram registradas e 53 árvores caíram devido à chuva e às rajadas de vento que chegaram a até 50 km/h segundo o velocímetro instalado no Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul da capital. Também na região, a mais atingida pela força da chuva e por onde o temporal começou, houve registro de queda de granizo no bairro do Jabaquara. Neste momento, no entanto, a chuva concentra-se na região de Guarulhos, informou a instituição.


Imagens captadas de helicóptero também revelaram a queda de um muro por conta da chuva na Vila Carrão, Zona Leste de São Paulo. Não há notícias de vítimas ainda, mas por conta do risco, a orientação do CGE é para que a população evite transitar em ruas alagadas, em caso de inundação, para que se mantenha longe da rede elétrica e evite se abrigar em árvores, sobretudo as de grande porte e de mais idade, que podem esconder estruturas podres.

Leia também: Prefeitura de São Paulo e DER sabiam sobre danos no viaduto que cedeu desde 2012

Muro desabou por conta da forte chuva na Vila Carrão, Zona Leste de São Paulo
Reprodução/TV Globo
Muro desabou por conta da forte chuva na Vila Carrão, Zona Leste de São Paulo

Veja pontos de alagamentos provocados pela chuva em São Paulo nesta quinta-feira (13):

  • Praça das Bandeiras, na altura da Avenida Vinte e Três de Maio, n a Sé, Região Central , desde a s 16h39, com alagamento transitável;
  • Avenida Mercúrio, na altura da Praça São Vito, na Sé, Região Central, desde as 17h,  com alagamento transitável;
  • Rua Pinhalzinho, na altura da Rua Acangatara, em Aricanduva/Vila Formosa , Zona Leste, desde as 16h25, com alagamento transitável;
  • Rua Carlos Silva, na altura da Rua Acangatara, em Aricanduva/Vila Formosa, Zona Leste, desde as 16h28, com alagamento intransitável;
  • Avenida Alcantara Machado, na altura da Rua Bresser, na Mooca, Zona Leste, das 16h36 às 16h48, com alagamento já escoado;
  • Avenida Alcantara Machado, na altura do Viaduto Bresser, na Mooca, Zona Leste, das 16h42 às 16h54, com alagamento já escoado;
  • Rua Barão de Monte Santo, na altura da Rua Dianópolis, na Vila Prudente, Zona Leste, desde as 15h48, com alagamento instransitável;
  • Rua José Zappi, na altura do número 91, na Vila Prudente, Zona Leste, desde as 16h28, com alagamento intransitável;
  • Avenida João Dias, junto ao Terminal M'Boi Mirim, em M'Boi Mirim, na Zona Sul, desde as 15h22, com alagamento transitável;
  • Avenida Roque Petroni Junior, na altura do número 141, em Santo Amaro, na Zona Sul, das 15h26 às 15h51, com alagamento já escoado;
  • Avenida das Nações Unidas, na altura da Ponte Transamerica, em Santo Amaro, na Zona Sul, das 15h31 às 16h05, com alagamento já escoado;
  • Avenia Prof. Abraão de Morais, na altura da Rua Elisa Silveira e Rua Ribeiro Lacerda, na Vila Mariana, na Zona Sudeste, desde as 15h48, com alagamento intransitável;