Tamanho do texto

Com o novo horário, que vai até fevereiro de 2019, o Brasil terá quatro fusos

Horário de verão de 2018 começa neste domingo (4) e vai até o terceiro domingo de fevereiro de 2019
shutterstock
Horário de verão de 2018 começa neste domingo (4) e vai até o terceiro domingo de fevereiro de 2019

Depois de algumas confusões e relógios se atualizando antes do tempo, chegou o momento de ajustar os ponteiros com o começo do horário de verão. À meia-noite deste domingo  (4), deve-se adiantar em uma hora os relógios. 

Com o começo do horário de verão , o Brasil passará a ter quatro fusos diferentes. Estados das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul devem ajustar os relógios para o novo horário. Já os estados das regiões Norte e Nordeste continuam com o horário normal. O horário de verão segue até o dia 17 de fevereiro de 2019, terceiro domingo do mês. 

Também neste domingo, atenção especial para quem vai prestar o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, para não correr o risco de se atrasar  para as provas por causa do ajuste nos relógios na madrugada. Como comentou durante a semana o ministro da Educação, Rossieli Soares, já foram acionadas as instâncias responsáveis para que as operadoras de celular não errem novamente o horário, como aconteceu há algumas semanas. 

Confusão com o começo do horário de verão

Começo do horário de verão deste ano já gerou confusões e mudanças erradas em relógios e aplicativos
shutterstock
Começo do horário de verão deste ano já gerou confusões e mudanças erradas em relógios e aplicativos

Até 2017, o horário de verão começava no terceiro domingo de outubro. Entretanto, para este ano o presidente, Michel Temer, atendeu um pedido do Tribunal Superior Eleitoral e assinou um decreto encurtando o horário de verão para que a mudança nos relógios não ocorresse em período eleitoral. 

A alteração gerou confusão. Em meados de outubro, no dia 15, muitos brasileiros relataram que seus celulares adiantaram sozinhos uma hora. Não faltaram relatos nas redes sociais de gente que chegou mais cedo no trabalho à toa e de outros reclamando que tinham perdido uma hora de sono sem motivo. 

Leia também: Países da União Europeia podem adotar horário de verão como "horário oficial"

Na semana seguinte, no dia 21, o problema se repetiu e vários aparelhos tiveram seus horários alterados automaticamente. Em São Paulo, até alguns relógios de rua apresentaram esse erro. 

Em nota oficial, segundo informações da Agência Brasil, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) afirmou que a alteração do dia 21 não aconteceu na plataforma de rede das operadoras e, sim, em aplicativos instalados nos aparelhos. 

Agora, com o começo do horário de verão , a entidade reforçou que vai fazer um monitoramento para que não ocorra mais nenhum problema.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.