Tamanho do texto

Nove passageiros que tentavam embarcar entre os dias 11 e 15 de novembro foram presos por tráfico de drogas e uso de passaportes falsos, na Grande SP

A Polícia Federal prendeu uma mulher que levava fósseis de peixe sem autorização legal no aeroporto de Guarulhos.
Reprodução/Agência de Notícias da PF
A Polícia Federal prendeu uma mulher que levava fósseis de peixe sem autorização legal no aeroporto de Guarulhos.

A Polícia Federal prendeu nove passageiros, entre os dias 11 e 15 de novembro, por atividades ilícitas no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Os passageiros tentaram embarcar em voos internacionais com passaportes falsos, drogas e até fósseis escondidos.

Leia também: Acidentes nas estradas de todo País causam mais de 30 mortes durante o feriadão

Na quinta-feira (11), policiais que atuam no controle migratório localizaram um homem paquistanês, de 29 anos, que tentou passar pela migração com um passaporte inglês falso. No dia seguinte (12), a Polícia Federal prendeu um homem angolano por tentar embarcar para Frankfurt, na Alemanha, com o passaporte de outra pessoa. 

No mesmo dia, outros três passageiros foram presos por estarem com drogas nas bagagens despachadas. O destino era Addis Ababa, na Etiópia. Servidores da Receita Federal fiscalizavam as bagagens quando os cães de faro sinalizaram para as malas pertencentes aos passageiros.

Os suspeitos eram um nigeriano, de 33 anos, que ingressou no Brasil em 2016 pela Lei do Refúgio; um beninense, de 18 anos; e outro nigeriano, de 56 anos. Os dois últimos tinham o Registro Nacional de Estrangeiro. A PF foi acionada conduziu os passageiros até a  delegacia para a realização de exames periciais nas bagagens.

Leia também: Biotipo de assassino de Marielle Franco é identificado, dizem investigadores

Em uma das malas, havia seis garrafas contendo mais de nove quilos de cocaína diluída. Na bagagem do beninense, foram encontrados 62 pacotes de pó descolorante com mais de cinco quilos e nas do nigeriano tinham mais de sete quilos dentro de 32 feixes de mola de veículos. Todos foram presos em flagrante por tráfico de drogas. 

Já na manhã de sábado (13), um homem de 60 anos, que desembarcava da China, foi conduzido à delegacia da PF por estar com uma quantidade de tênis e roupas de marca que ultrapassava o valor permitido. Ele já havia sido preso anteriormente pelo mesmo crime e liberado por pagamento de fiança. 

No domingo (14), policiais federais prenderam uma mulher, nacional da China,  que ia embarcar para Madri, na Espanha e levava consigo 10 fósseis de peixe sem autorização legal. Ela já havia sido indiciada antes por crime contra o Sistema Financeiro Nacional, quando tentou embarcar para o exterior com um quilo de ouro. 

No final desse mesmo dia, um brasileiro tentou embarcar para o exterior, mas foi impedido em razão de mandado de prisão expedido pela 4ª Vara Federal do Amazonas. Em outro caso na madrugada desta segunda-feira (15), uma mulher fiipina, de 41 anos, tentou embarcar com 32 quilos de cocaína escondidos em livros infantis, com destino ao Catar. 

No total, a Polícia Federal prendeu 9 passageiros, que foram conduzidos aos presídios estaduais, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Leia também: Polícia apreende carros, maços de dinheiro e prende autor de golpes de R$ 400 mi