Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas ainda não foram identificadas e os corpos teriam sido carbonizados depois da queda do avião
Reprodução/Corpo de Bombeiros de Minas Gerais
Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas ainda não foram identificadas e os corpos teriam sido carbonizados depois da queda do avião

Duas pessoas morreram na queda de avião de acrobacias na cidade de Bom Despacho, no centro-oeste de Minas Gerais, na tarde deste sábado (14). A aeronave de pequeno porte estaria realizando acrobacias em um evento, quando caiu em área próxima ao aeroporto, por volta das 17h. As informações são da Folha de S. Paulo.

Leia também: Comitê apura se painel congelado causou queda de avião com 71 a bordo na Rússia

Segundo o Corpo de Bombeiros informou, as duas vítimas ainda não foram identificadas, já que os corpos teriam sido carbonizados depois da queda do avião . Os oficiais ainda disseram que o biplano teria caído enquanto dava loopings  no evento da cidade, em área de reserva florestal. Ainda de acordo com os bombeiros, a realização da festa não foi autorizada e, portanto, era irregular. 

Em entrevista à imprensa local, o 1º tenente Thales Gustavo, comandante do posto avançado de Bom despacho, estava programado o 1° Aerofest da cidade, que não foi autorizado pela corporação. "Por falta de documentação que comprovasse a segurança, o Corpo de Bombeiros não autorizou", explicou o comandante. 

Leia também: Quatro pessoas são presas em operação das Forças Armadas em São Gonçalo, no Rio

Você viu?

O evento de apresentação de acrobacias aéreas estava programado para acontecer hoje, com exposições de aviões, saltos de paraquedas, além de oferecer barracas de comida. Porém, não teria autorização dos bombeiros para acontecer, o que os organizadores alegaram ter obedecido, e que, portanto, não teriam continuado com a programação marcada anteriormente. 

Ainda segundo os organizadores, a queda do biplano não tem ligação com o evento, supostamente cancelado. 

Leia também: Família é encontrada morta e amarrada em hotel em Florianópolis

Apesar disso, os voos previstos parecem não ter sofrido alterações, já que houve uma movimentação maior de decolagens e pousos no aeroporto de Bom Despacho em relação a dias comuns, sem eventos do tipo. 

Investigações em torno da queda de avião deste sábado serão realizadas pela Polícia Civil, que encaminhou a perícia ao local logo depois do incidente. A cidade de Bom Despacho já foi palco de outra morte em um acidente aéreo, em 2013. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários