Tamanho do texto

Vítimas não tinham marcas de agressão e foram encontradas sem agasalhos ou cobertores, o que aponta para morte por hipotermia; meteorologistas apontam que a semana apresentará novos recordes de baixas temperaturas

Dois homens em condição de rua foram encontrados mortos na madrugada de segunda (21) em São Paulo
Creative Commons
Dois homens em condição de rua foram encontrados mortos na madrugada de segunda (21) em São Paulo

Dois homens em situação de rua morreram nesta segunda-feira (21) em São Paulo, quando foi registrada a madrugada mais fria do ano. Os termômetros marcavam 9,3o C, a menor temperatura para o mês de maio desde 2007.

Leia também: Em greve, caminhoneiros bloqueiam estradas  contra aumento do combustível

O padre Julio Renato Lancellotti , responsável pela Pastoral do Povo da Rua, afirmou que os dois homens não tinham sinais aparentes de violência, por isso há suspeita de hipotermia.

Moradores de rua podem ter uma patologia preexistente, uma doença cardíaca, pulmonar, hepática e se expõem à baixa temperatura sem uma proteção, sem agasalho”, lamentou o padre. A identidade das duas vítimas não foi revelada.

Um dos corpos foi encontrado na rua General Jardim, no centro da cidade. O segundo corpo estava na avenida Rio Pequeno, na zona oeste de São Paulo. Eles foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), que está investigando a causa das mortes. A Secretaria Estadual da Segurança ainda não se pronunciou sobre o caso.

A pastoral pede ajuda à população, pois está com baixo estoque de cobertores e roupas de frio. Doações podem ser levadas para a Casa de Oração, na Rua Djalma Dutra, número 3, no centro, e para a Paróquia São Miguel Arcanjo, na Rua Taquari, número 1.100, no bairro Belém.

“Sem assistência, mais irmãos de rua continuarão morrendo”, avisa o padre Julio Lancelloti.

Leia também: Exames de DNA identificam mais três vítimas de desabamento em São Paulo

Frio recorde

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade de São Paulo registrou nesta segunda, às 6 horas, a menor temperatura do ano, de 9,6 °C. A queda nas temperaturas chegou no sábado (19) com a intensa massa de ar frio e seco de origem subpolar.

A previsão para os próximos dias é de permanência do frio . Contudo, a massa de ar frio se deslocará lentamente para o oceano, perdendo intensidade, provocando aumento gradativo das temperaturas. Os dias devem ser ensolarados e com poucas nuvens.

* Com informações da Agência Brasil

Leia também: "Que democracia é essa?", diz mãe de Marielle, completados 60 dias sem respostas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.