Helcio Bruno
Reprodução
Helcio Bruno

Nesta terça-feira, 10, depõe à CPI da Covid o presidente da ONG Instituto Força Brasil, tenente-coronel da reserva Helcio Bruno de Almeida. Ele é apontado como elo entre representantes da empresa Davati Medical Supply - que negociava a venda de 400 milhões de doses de vacinas da Astrazeneca - e o Ministério da Saúde. Assista ao vivo:

Em seu depoimento à CPI, Cristiano Carvalho, representante da Davati, disse que integrantes do Força Brasil o receberam em Brasília junto ao reverendo Amilton Gomes, da Senah (Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários), e o ajudaram no contato com o ministério.


Durante a oitiva, a Senadora Simone Tebet afirmou que site do IFB do coronel Helcio Bruno é o responsável pela propagação de fake news a respeito de 'tratamentos precoces contra a covid-19'. Assista:


O tentente-coronel obteve o direito de ficar em silêncio sobre fatos que possam incriminá-lo, concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A ministra Carmen Lucia negou o pedido de Helcio de não ir ao senado para depor. O depoimento dele foi aprovado e marcado após requerimento do vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários