Tamanho do texto

Lei foi publicada em edição extra do Diário Oficial nesta terça Para economizar, presidente veta proposta de voto impresso

Presidente Dilma Rousseff sancionou proposta de reforma eleitoral
Alan Sampaio / iG Brasília - 15.9.15
Presidente Dilma Rousseff sancionou proposta de reforma eleitoral

A presidente Dilma Rousseff sancionou a proposta de reforma eleitoral nesta terça-feira (29). A decisão foi publicada no início desta noite em edição extra do Diário Oficial da União.

A lei que modifica o Código Eleitoral foi publicada com veto da presidente ao financiamento privado de campanhas eleitorais, decisão que segue o entendimento do Supremo Tribunal Federal e do Senado. A informação havia sido antecidapara à reportagem do iG pelo líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE).

Dilma também rejeitou a proposta de exigir que o voto de cada eleitor seja impresso pela urna eletrônica. O veto se deve ao custo que essa ação geraria. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a medida teria impacto de R$ 1,8 bilhão nos cofres públicos.

O prazo para a presidente sancionar ou vetar a proposta se encerraria nesta quarta (30). O texto aprovado pelo Congresso Nacional inclui, entre outros pontos, a redução do custo das campanhas e do tempo das corridas eleitorais (de 90 para 45 dias).

Nesta terça-feira, já com a informação de que os vetos seriam publicados, integrantes da Câmara dos Deputados aliados ao presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), reuniram-se para articular o processo de análise aos vetos presidenciais. A expectativa é de que o assunto seja levado ao Plenário ainda nesta semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.