Campos vai a Aparecida, Aécio faz procissão e Dilma fica em Brasília na Páscoa

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Eduardo Campos posicionou-se contra o aborto e Aécio repetiu gesto de avô, Trancredo Neves

Enquanto a presidente Dilma Rousseff foge dos holofotes e passa o domingo de Páscoa em Brasília, seus principais adversários reservaram a agenda para aparições públicas no feriado prolongado.

Orlando Brito/ObritoNews
Em gesto que lembrou o avô Tancredo Neves, Aécio segura a lanterna de prata durante cortejo pelas ruas de São João del Rei

O pré-candidato tucano Aécio Neves, segundo colocado na última pesquisa Ibope, com 14%, participou ontem à noite (19) de uma procissão na cidade mineira de São João del Rei.

Aécio repetiu o gesto do avô, Tancredo Neves, que costumava carregar a lanterna de prata durante cortejo pelas ruas da cidade histórica.

Já o pernambucano Eduardo Campos (PSB), terceiro nas pesquisas (6%), segue com sua estratégia de ficar conhecido em São Paulo. O ex-governador de Pernambuco foi à cidade de Aparecida participar da missa de Páscoa neste domingo no Santuário Nacional.

Leia também: Dilma perde três pontos, mas ainda venceria eleição no primeiro turno

Ao lado do cardeal Dom Raymundo Damasceno, Campos declarou-se contrário ao aborto. "A legislação brasileira é adequada [...]. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto."

A petista Dilma passou por São Paulo na quinta-feira (17) para uma agenda privada, mas retornou no mesmo dia à capital federal. A presidente tem 37% das intenções de voto e se reelegeria no primeiro turno se as eleições fossem hoje.

São Paulo

Pré-candidato ao governo de São Paulo, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT) também participou da missa em Aparecida, onde foi chamado de "peregrino" por Dom Raymundo. Geraldo Alckmin (PSDB), favorito em São Paulo, não divulgou agenda. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas