O iG convidou Caco Galhardo, cartunista, e Carlos Latuff, chargista, para discutir se há – e deve ter – limite para o humor

No último dia 7 de janeiro, os irmãos Said e Cherif Kouachi deixaram 12 cartunistas mortos na redação do jornal satírico Charlie Hebdo no maior ataque terrorista à França em meio século.

Dois dias após a ação, na sexta-feira (9), os terroristas foram mortos por policiais que os cercavam em um galpão nos arredores de Paris. Paralelamente ao ataque, outro jihadista, Amedy Coulibaly, invadiu um mercado judaico em um subúrbio da capital francesa e matou quatro reféns. Coulibaly confirmou ter ligação com os Koauchi. 

O iG convidou Caco Galhardo, cartunista, e Carlos Latuff, chargista, para discutir se há – e deve ter – um limite para o humor. Assista:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.