Forte nevasca atinge 20 Estados dos EUA e pode afetar 60 milhões de americanos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Condições climáticas adversas provocam fechamento de escolas, cancelamento de voos e corte de energia em algumas regiões

Uma intensa tempestade de inverno atingiu a região americana das Grandes Planícies nesta quinta-feira, deixando ao menos um morto e provocando o fechamento de escolas, o cancelamento de voos e o corte de energia em algumas regiões.

Dia 11: Nordeste dos EUA tenta retomar rotina após nevasca

AP
Homem limpa neve de casa em Wichita, Kansas

Transtornos: Forte nevasca nos EUA cancela voos e deixa 600 mil casas sem energia

Cerca de 60 milhões - 20% da população americana - estão sob alertas de clima em 20 Estados no centro dos EUA nos quais a tempestade pode despejar uma grande quantidade de neve.

Uma mulher morreu em Nebraska num acidente envolvendo dois carros na rodovia interestadual 80 na quarta-feira. A polícia estadual disse que o acidente aconteceu em consequência do clima ruim.

Mais de 90% dos voos do aeroporto internacional de Kansas City foram cancelados nesta quinta de manhã, de acordo com o site do aeroporto. Outros 55 voos foram cancelados no aeroporto de Denver, a maioria em consequência das condições climáticas adversas em destinos em Kansas e Nebraska.

A tempestade avançou para o leste a partir das Montanhas Rochosas, lançando 25,4 centímetros de neve sobre o Kansas depois de cobrir partes do Arizona.

Alertas de tempestade foram emitidos para a maior parte do centro e do sul das Planícies e para a parte superior do centro-oeste e o vale do rio Mississippi, enquanto a tempestade levava neve, granizo e chuva gelada, disse o Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA.

A tempestade deve provocar chuvas e trovoadas em sua extremidade sul, do leste do Texas até a Geórgia, segundo a previsão. Os ventos da tempestade chegaram a 119 km/h no Passo de San Augustin, no Novo México, e a 116 km/h em El Paso, no Texas.

A Accuweather, outra agência meteorológica, disse que 25,4 centímetros de neve foram registrados em Wichita, Kansas, no aeroporto às 9 horas (horário de Brasília).

O governador do Kansas, Sam Brownback, decretou que as agências estatais fechassem nesta quinta por causa da tempestade. A neve também representou alívio para regiões atingidas pela seca das Grandes Planícies, uma das maiores áreas do mundo em plantio de trigo.

A neve da forte tempestade caiu até no sul de Tucson, Arizona, na quarta-feira, atrapalhando o tráfego na hora do rush em Denver.

Entre 10,2 cm e 30,5 cm de neve podem cair no Iowa e no norte do Missouri à medida que a tempestade de neve segue para o leste, disse o Serviço Nacional de Meteorologia.

*Com Reuters

Leia tudo sobre: euanevascatempestade de neve

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas