Equipe inocula zika em macacos e divulga em tempo real

Por Estadão Conteúdo |

compartilhe

Tamanho do texto

"A ideia é acompanhar de perto como o vírus evolui e se desenvolve em um modelo animal", diz especialista

Estadão Conteúdo

Grupo também pretende infectar macacas grávidas para entender como o vírus causa microcefalia
iStock
Grupo também pretende infectar macacas grávidas para entender como o vírus causa microcefalia

Um grupo internacional liderado pelo virologista americano David O'Connor, que conseguiu infectar macacos com o vírus zika, adotou uma prática incomum entre cientistas: em vez de publicar os resultados em revistas científicas, os pesquisadores estão liberando todos os dados em tempo real na internet.

De acordo com Renato Aguiar, do Instituto Adolfo Lutz, que faz parte do grupo, denominado Equipe de Ciência Experimental da Zika, a equipe já conseguiu infectar três primatas e pretende infectar macacas grávidas a fim de compreender os casos em que a infecção pode causar microcefalia.

"A ideia é acompanhar de perto como o vírus evolui e se desenvolve em um modelo animal", disse Aguiar.

Segundo ele, O'Connor, que estava no Brasil até ontem, percebeu a gravidade da epidemia de zika e decidiu abrir completamente os dados.

"A revista Nature publicou um comentário, parabenizando essa iniciativa inovadora. Com as informações detalhadas divulgadas rapidamente, outros cientistas poderão planejar experimentos semelhantes", afirmou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja alguns cuidados para acabar com o Aedes aegypti e evitar o zika vírus:

A melhor forma de combater o zika vírus é eliminar o mosquito transmissor da doença: o Aedes aegypti. Ou seja, é preciso acabar com todos os possíveis criadouros do Aedes.. Foto: iStockAs grávidas, mesmo no verão, devem usar roupas compridas, para que o mosquito Aedes aegypti não entre em contato com a pele. Foto: BBC (arquivo)É preciso também evitar se expor a grandes áreas, principalmente lugares com jardins e mato, onde o mosquito pode se proliferar mais.. Foto: DivulgaçãoOutra forma eficaz de se prevenir contra o Aedes aegypti é passando o repelente. Aqueles que têm Icaridina e DEET são os mais eficientes.. Foto: iStockAlém disso, fique esperta com o tempo de duração do repelente. É preciso reaplicar algumas vezes ao dia para não ficar desprotegida. Foto: iStockO mosquito costuma picar mais no início da manhã e no fim da tarde, então o ideal é ficar dentro de casa nesses períodos do dia.. Foto: Divulgação/CCBMPrefira roupas claras. O Aedes aegypti tem fotofobia, ou seja, aversão à luz, então as roupas claras são as mais indicadas para quem quer evitar a picada do mosquito.. Foto: Getty ImagesTambém é importante, com a ajuda de uma esponja, limpar os potinhos de água de seus bichos de estimação duas vezes por semana. O Aedes aegypti pode depositar ovos nas suas laterais. . Foto: iStockInstale telas de proteção e mosquiteiros na sua casa, para evitar picadas do Aedes aegypti. Foto: iStockFuja de perfumes fortes: odores mais concentrados atraem o mosquito . Foto: Divulgação


Leia tudo sobre: GERAL

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas