Preso em Contagem, onde aguarda seu julgamento no dia 4 de março, o goleiro não esconde a decepção com o ex-amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão

O Dia

O goleiro Bruno Fernandes de Souza comemorou o aniversário de 28 anos neste domingo (23) ao lado da noiva, Ingrid Calheiros, na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado de Defesa Social, Ingrid iniciou a visita ao noivo pela manhã e deixou a penitenciária por volta das 14h deste domingo. O ex-jogador do Flamengo é acusado do desaparecimento e morte da modelo Eliza Samudio.

Leia também:
Macarrão pega 15 anos de prisão por morte de Eliza. Fernanda responde livre
"Até onde vão acreditar no Macarrão?", questiona novo advogado de Bruno

Bruno recebe um beijo da noiva, Ingrid Oliveira, após o fim do segundo dia do julgamento, em Contagem
Vagner Antônio/TJMG
Bruno recebe um beijo da noiva, Ingrid Oliveira, após o fim do segundo dia do julgamento, em Contagem

O advogado Rui Pimenta, defensor do goleiro, entrou com uma petição no Supremo Tribunal Federal (STF) no último dia 13 onde reitera pedido de liminar para soltar o atleta. Em dezembro de 2011, habeas corpus com pedido de liminar já havia sido negado pelo ministro Ayres Britto. Os ministros Cezar Peluso, Joaquim Barbosa e Teori Zavascki também negaram recursos impetrados pelo advogado depois disso. O ministro Ayres Britto é o relator responsável por julgar o habeas corpus que tramita no STF.

De volta ao presídio Nelson Hungria, em Contagem, onde aguarda seu julgamento no dia 4 de março, o goleiro Bruno de Souza não esconde a decepção com o ex-amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão.

Antes de ser condenado, o então fiel escudeiro do atleta o acusou de ser o mentor do sequestro e assassinato de Eliza Samudio. Através da dentista Ingrid Calheiros, com quem ‘casou’ na cadeia, o jogador desabafou: “Estou muito chateado. O vilão quer virar mocinho? Agora, mais do que nunca, quero provar minha inocência”, afirmou Bruno, segundo a dentista.

Ingrid disse ainda que Bruno mostrou-se tranquilo, apesar de abalado pelas declarações do ex-amigo, com quem conviveu por 18 anos.

“Depois do choque inicial, ele ficou mais calmo. Disse que quer concentrar suas forças agora em provar que não tem envolvimento nisso e pensar no futuro, em sair de lá”, contou ela.

Ingrig revelou que o atleta já tem planos para quando deixar a penitenciária. “Ele disse que quer viver para criar os três filhos e os que estão por vir, porque teremos os nossos”, disse.

Na visita que recebeu, Bruno contou como soube do boato que teria cometido suicídio. A falsa informação tumultuou e chegou a suspender por alguns instantes o julgamento de Macarrão e Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada de Bruno.

“Estava jogando bola, durante o banho de sol. De repente, os agentes (penitenciários) entraram correndo e suspenderam todas as atividades. Eles olharam a cela toda. Levei um susto, não sabia de nada”, contou o goleiro para Ingrid.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.