PT envia recomendações para evitar violência em ato de Lula
Reprodução - redes sociais - 08/07/2022
PT envia recomendações para evitar violência em ato de Lula

Em uma tentativa de evitar novos casos de violência, o PT enviou uma série de recomendações para seus militantes adotarem durante o ato público que o ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva participará em Brasília. 

O evento ocorrerá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, no final da tarde de terça-feira, 12, e será aberto ao público, com a presença de líderes locais e de apoiadores.

O ato público de Lula em Brasília ocorrerá três dias depois da morte Marcelo Arruda, militante do PT assassinado a tiros por um policial penal bolsonarista em Foz do Iguaçu (PR) durante sua festa de aniversário de 50 anos no último sábado, 9.

As orientações pedem para os apoiadores chegarem cedo, não levarem mochilas e bolsas grandes ou garrafas de água. Bandeiras só entrarão sem mastro ou cabo. Será exigido documento de identificação na entrada, que terá revista com detector de metal. O partido solicita ainda que o militante tenha uma camiseta reserva à vermelha para andar em trajetos que fizer sem companhia.


As orientações, formuladas pelo setorial de segurança pública do PT no DF, pedem ainda que os apoiadores andem em grupos até a parada de ônibus e a rodoviária, não aceitem provocação de bolsonaristas infiltrados e não discutam ou agridam nenhum provocador. O texto frisa: "Ações heróicas podem causar riscos desnecessários à você e ao teu coletivo de militantes."

A orientação solicita que, na hipótese de se identificar algum suspeito, faça fotos, grave a situação de ameaça e procure a equipe de segurança. Com portões abertos desde 15h, o evento está marcado para 17h e a presença do ex-presidente Lula é esperada a partir das 18h30.

Além do ato público, em viagem a Brasília durante a terça e quarta-feira, Lula terá encontro com o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, e uma série de agendas políticas com aliados do Mato Grosso, Amazonas, Amapá e Goiás, além de reunião na Confederação Nacional do Comércio e com setores da cultura.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários