Ex-ministro da Educação foi preso nessa quarta-feira (22)
Valter Campanato/Agência Brasil - 29/11/2021
Ex-ministro da Educação foi preso nessa quarta-feira (22)

Nesta quinta-feira (23), Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) negou o pedido de habeas corpus para o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso na manhã dessa quarta-feira (22) durante operação da Polícia Federal (PF) . A ação apura a suspeita de crimes de corrupção e tráfico de influência praticados durante a gestão de Ribeiro no MEC .

A defesa de Ribeiro entrou com um pedido de habeas corpus para revogar a prisão preventiva do ex-ministro na noite de ontem . No pedido enviado ao TRF-1, os advogados Daniel Bialski e Bruno Borragine solicitavam que Milton fosse colocado em liberdade ou prisão domiciliar.

No texto, os advogados também pediram acesso ao processo que levou à prisão de Ribeiro.

Hoje, às 14h, o ex-ministro deve passar por uma audiência de custódia de forma virtual. 

Além do ex-ministro da Educação, também foram presos e alvo de mandados de busca e apreensão os pastores lobistas Arilton Moura e Gilmar Santos , o ex-gerente de projetos da Secretaria Executiva do MEC Luciano Musse, e o ex-assessor da Secretaria de Planejamento Urbano da prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários