Ex-ministro da Educação foi preso nessa quarta-feira (22)
Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil - 17/03/2022
Ex-ministro da Educação foi preso nessa quarta-feira (22)

Responsável por ordenar a prisão preventiva do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro , o juiz Renato Coelho Borelli, da 15ª Vara Federal do Distrito Federal, recebeu "centenas" de ameaças desde a deflagração da Operação "Acesso Pago", segundo informa a assessoria de imprensa da Justiça Federal do DF nesta quinta-feira.

Ainda conforme o tribunal, o magistrado já acionou a Polícia Federal para investigar quem são os autores das mensagens violentas.

Borelli autorizou os mandados expedidos na operação, que apura a suspeita de crimes de corrupção e tráfico de influência praticados durante a gestão de Milton Ribeiro no Ministério da Educação . A investigação teve início no Supremo Tribunal Federal, mas foi enviada à primeira instância depois que Milton deixou o comando da pasta .

Além do ex-ministro da Educação, também foram presos e alvo de mandados de busca e apreensão os pastores lobistas Arilton Moura e Gilmar Santos , o ex-gerente de projetos da Secretaria Executiva do MEC Luciano Musse, e o ex-assessor da Secretaria de Planejamento Urbano da prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários