Um dos tiros no carro do parlamentar
Reprodução
Um dos tiros no carro do parlamentar

O vereador de Mangaratiba Mair Araujo Bichara, conhecido como Dr. Mair (Republicanos), disse que foi atacado por criminosos quando estava a caminho do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, no último domingo. Durante a tentativa de fuga da abordagem, o carro do político teria sido atingido por, no mínimo, três disparos. Ontem, o delegado da 60ª DP, onde foi registrada a ocorrência, disse que o veículo do político foi direcionado ao exame pericial, onde será analisada a quantidade exata de projéteis que atingiram o carro.

Sem ferimentos, o vereador relatou nas redes sociais detalhes da ocorrência, registrada na 60ª DP (Campos Elíseos). Segundo ele, três criminosos armados pararam seu carro e mandaram que o político desembarcasse. Dr. Mair conta, ainda, que os homens sabiam seu nome e o chamaram durante a abordagem.

"Estava chegando para dar meu plantão e fui surpreendido por três elementos armados que falaram meu nome e ordenaram que eu descesse do carro. Fugi deles e eles alvejaram meu carro", conta o vereador.

Ainda segundo o relato, o vereador, que também é médico, seguia para uma noite de plantão na unidade hospitalar no momento da ocorrência. De acordo com a Polícia Civil, o caso pode ser enquadrado em tentativa de roubo ou tentativa de homicídio, e nenhuma possibilidade foi descartada.

A cidade tem um histórico de atentados a vereadores. Em outubro do ano passado, Alexsandro Silva Faria, o Sandro do Sindicato, vereador de Duque de Caxias pelo Solidariedade, foi morto a tiros de fuzil enquanto dirigia uma van. Na ocasião, Sandro foi o terceiro vereador assassinado na cidade em pouco mais de seis meses.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários