Gustavo Petro, senador e candidato da esquerda à Presidência da Colômbia
Reprodução
Gustavo Petro, senador e candidato da esquerda à Presidência da Colômbia

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, afirmou que deseja "estreitar" o relacionamento com o governo da Colômbia, após a vitória nas urnas do candidato de esquerda Gustavo Petro, do partido Colombia Humana, no domingo (19).

"Esperamos trabalhar com o presidente eleito Petro para estreitar mais a relação entre os Estados Unidos e a Colômbia, e levar nossas nações a um futuro melhor", disse Blinken em comunicado.

O chefe da diplomacia dos EUA também parabenizou "o povo da Colômbia por se fazer ouvir em eleições presidenciais livres e justas".

Segundo Blinken, ambos os países compartilham dos mesmos valores e interesses em termos de democracia, direitos humanos, segurança e economia. A cooperação entre Washington e Bogotá, afirmou, permitiu "melhorar" a saúde pública, o estado de direito e o meio ambiente na região.

Em um triunfo histórico, a esquerda conseguiu, pela primeira vez, conquistar a presidência da Colômbia, com 11.115.965 votos, o equivalente a 50,51% do total. Rival de Petro, o empresário Rodolfo Hernández, da Liga Anticorrupção dos Governadores, obteve 10.391.504 votos (47,22%).

Ao longo de sua carreira política, o presidente eleito propôs reformas ambiciosas na previdência, impostos, saúde e agricultura, e mudanças na forma como a Colômbia combate os cartéis de drogas e outros grupos armados.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários