O presidente Jair Bolsonaro deu a declaração em um evento promovido pela Associação Brasileira de Supermercados
Reprodução: PR
O presidente Jair Bolsonaro deu a declaração em um evento promovido pela Associação Brasileira de Supermercados

Enquanto o Brasil passa por uma quarta onda de Covid-19, com aumentos de casos em diversos estados, o  presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira que "a questão do vírus, pelo que tudo indica, já teve praticamente um ponto final". Bolsonaro já fez diversas outras previsões erradas sobre o fim da pandemia.

A declaração ocorreu em um evento promovido pela Associação Brasileira de Supermercados. O presidente disse esperar que tanto a pandemia quanto a guerra entre Rússia e Ucrânia terminem em breve.

"Nós temos fé em Deus que essa crise a 10 mil quilômetros de distância, entre dois países, terá seu ponto final brevemente, como a questão do vírus, pelo que tudo indica, já teve praticamente um ponto final".

Na quarta-feira, a média móvel de novos casos de Covid-19 foi de 36.629, a maior desde 21 de março, quando o índice foi de 37.093. O número é 112% maior que o cálculo de 15 dias atrás, o que demonstra tendência de alta há 13 dias consecutivos.

Bolsonaro tem um histórico de previsões erradas sobre a Covid-19. Em março de 2020, quando a doença já havia sido declarada uma pandemia e causava preocupação no mundo todo, o presidente afirmou que a doença não mataria mais de 800 pessoas no Brasil. Naquele ano, a previsão foi derrubada em 17 dias, e o país terminou 2020 com 194.976 vítimas do coronavírus.

Depois, em diversos momentos, Bolsonaro previu de forma errada o fim da pandemia. Ainda em abril daquele ano, disse que parecia que estava "começando a ir embora a questão do vírus". Naquela data, o país tinha 1.223 mortos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários