Foto do pré-candidato Tarcísio de Freitas aparece na traseira de ônibus da empresa Urubupungá, em Osasco, na Grande São Paulo
Reprodução/redes sociais
Foto do pré-candidato Tarcísio de Freitas aparece na traseira de ônibus da empresa Urubupungá, em Osasco, na Grande São Paulo

Decisão liminar da Justiça Eleitoral determinou a retirada de fotos do pré-candidato ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) por "propaganda eleitoral antecipada" em ônibus da empresa Urubupungá, na cidade de Osasco, na Grande São Paulo.

O desembargador Sérgio Nascimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) mandou retirar as imagens, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

"A propaganda veiculada caracteriza-se como propaganda antecipada irregular (...) Ademais, considerando-se que a continuação de veiculação de propaganda em inobservância à legislação eleitoral possui potencialidade para afetar o pleito eleitoral.", escreveu o desembargador.

Ao lado de Tarcísio na imagem, aparece o vereador Ralfi Silva (Republicanos), que é pré-candidato a deputado estadual.

A liminar atende a uma representação feita pelo Partido dos Trabalhadores (PT). O pré-candidato da sigla e ex-prefeito, Fernando Haddad, lidera as pesquisas de opinião. No último levantamento do instituto Datafolha, Haddad aparece com 29% das intenções de voto, seguido por Márcio França (PSB), com 20%, e Tarcísio de Freitas, que tinha 10%. No cenário sem França, porém, Haddad sobe para 35%, e Tarcísio aparece em segundo com 11% e em empate técnico com o governador de São Paulo Rodrigo Garcia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários