Bolsonaro concedeu indulto ao deputado federal Daniel Silveira
Cristiano Mariz/Agência O Globo
Bolsonaro concedeu indulto ao deputado federal Daniel Silveira

Pesquisa Ipespe divulgada nesta sexta-feira (6) aponta que 56% dos participantes desaprovam o perdão que o presidente Jair Bolsonaro (PL) concedeu ao deputado Daniel Silveira (União Brasil-RJ), ante 29% que aprovam a medida. Outros 15% não responderam.

Segundo o relatório, 35% acreditam que o indulto torna menor a chance das pessoas votarem em Bolsonaro nas eleições que acontecerão em outubro, contra 20% que pensam que aumenta e 31% que disseram que não altera. 14% não sabem ou não responderam.

Segundo a pesquisa Ipespe, 56% desaprovam o perdão concedido a Daniel Silveira por Jair Bolsonaro
Reprodução/Pesquisa Ipespe 6.5.2022
Segundo a pesquisa Ipespe, 56% desaprovam o perdão concedido a Daniel Silveira por Jair Bolsonaro


Em abril, o deputado Daniel Silveira foi condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a 8 anos e 9 meses de prisão por ameaças aos ministros da Corte. No dia seguinte, Bolsonaro fez alterações num decreto que concedeu graça ao parlamentar, em um movimento que é previsto pela Constituição, mas que gerou tensão com o Judiciário.

Não se sabe ainda se será possível manter os direitos políticos do deputado. No dia 26 de abril, a ministra do STF Rosa Weber estipulou o prazo de dez dias para que Bolsonaro justificasse o perdão concedido ao deputado federal Daniel Silveira. Para Weber, o processo tem "especial significado para a ordem social e a segurança jurídica".

Metodologia

O instituto entrou em contato por telefone com 1.000 eleitores entre os dias 2 e 4 de maio. O nível de confiança é de 95,5%. A sondagem foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-03473/2022. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários