Facebook e Instagram receberam R$ 9,9 milhões em propaganda política nos últimos três meses
Fernando Frazão/Agência Brasil - 30.06.2021
Facebook e Instagram receberam R$ 9,9 milhões em propaganda política nos últimos três meses

Mirando nas eleições deste ano, o Facebook e o Instagram receberam R$ 9,9 milhões em anúncios de políticos direcionados ao eleitorado nos últimos três meses, segundo dados da biblioteca de anúncios da Meta, empresa que controla as redes.

A ação é permitida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde que não haja disparo em massa de propagandas em aplicativos de mensagem instantânea, além de pedido explícito de votos. A regra também diz que a moderação de gastos deve ser respeitada, embora não haja um cálculo definido para estipular valores gastos.

De acordo com o levantamento feito pela coluna Sonar , do jornal O Globo , a  senadora Simone Tebet (MDB) foi a que mais gastou entre os pré-candidatos, desembolsando R$ 138 mil para patrocinar conteúdo nos últimos 30 dias. No total, 42 publicações já foram impulsionadas com temas mais voltados ao público feminino, como o combate ao feminicídio e à pobreza menstrual.

Publicações da senadora Simone Tebet (MDB)
Reprodução
Publicações da senadora Simone Tebet (MDB)


Já o ex-ministro Sergio Moro (Podemos) , investiu R$ 46 mil nos últimos meses com publicações exaltando, principalmente, a Operação Lava Jato . As postagens, porém, são compartilhadas no perfil do partido e não no do ex-juiz, com foco de atingir homens entre 25 e 34 anos das regiões Sudeste e Sul.

Publicações na página do Podemos exaltando a Operação Lava Jato
Reprodução
Publicações na página do Podemos exaltando a Operação Lava Jato


Em seguida, aparece o PT, com um investimento de R$ 34 mil usado para divulgar cadastros e seus aplicativos para acessar conteúdo a favor do ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva . Uma dessas ações, chamada " Lulaverso ", foi alvo de bloqueios do WhatsApp no último dia 11 de março .

Leia Também

Publicação do PT sobre o ex-presidente Lula
Reprodução
Publicação do PT sobre o ex-presidente Lula


No estado do Rio de Janeiro, quem se destaca é o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) , que gastou quase R$ 60 mil em impulsionamento pelo partido nos últimos três meses. Em fevereiro, o pré-candidato ao governo do Rio patrocinou publicações se apresentando como candidato de Lula e com propostas de combater os efeitos da pandemia na aprendizagem escolar, mais voltadas ao público jovem.

Publicação de Marcelo Freixo mostrando apoio de Lula ao candidato
Reprodução
Publicação de Marcelo Freixo mostrando apoio de Lula ao candidato


Em Pernambuco, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (União Brasil), gastou quase R$ 66,8 mil nos últimos três meses, de acordo com o levantamento, para divulgar sua gestão na cidade.

Na mesma linha, o pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, o vice-governador Rodrigo Garcia, tem publicado sobre o impacto das ações do governo paulista contra a pandemia de Covid-19, além de fotos e vídeos em que aparece ao lado da família. No total, a sigla gastou R$ 36 mil com os anúncios no último mês, com foco em mulheres jovens.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários