Mauro Carlesse (PSL) renunciou ao cargo de governador do Tocantins
Washington Luiz/Governo de Tocantins
Mauro Carlesse (PSL) renunciou ao cargo de governador do Tocantins

Horas antes do início da votação do seu processo de impeachment, o agora ex-governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), entregou sua carta de renúncia à Assembleia Legislativa do Estado.

Carlesse, que estava afastado do posto por suspeita de corrupção desde outubro, alegou que vai se dedicar à defesa das "injustas e inverídicas" acusações.

Uma das suspeitas refere-se a supostos desvios na área da saúde. Segundo investigações, parte dos recursos do estado referentes ao Plansaúde (plano de saúde dos servidores estaduais) pagos a hospitais era devolvido ao governador e seus aliados como forma de propina.

A Procuradoria-Geral da República (PSL) aponta que o grupo recebeu R$ 9,5 milhões entre 2018 e 2021 - ao menos R$ 7,8 milhões desse montante não tem explicação sobre a origem.

Leia Também

Ele também é acusado de comprar equipamento de pesca por intermédio de auxiliares com dinheiro que supostamente seria do Hospital de Urgência de Palmas.

Wanderlei Barbosa (sem partido), governador em exercício, assumirá o cargo em definitivo. O novo governador tomará posse em sessão oficial marcada para a noite desta sexta-feira.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários