Presidente Jair Bolsonaro (PL)
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Presidente Jair Bolsonaro (PL)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) reafirmou nesta sexta-feira que deve manter uma postura de “isenção” e “respeito a todos” com relação à guerra entre Rússia e Ucrânia .

O presidente participou de uma motociata e discursou a apoiadores na cidade de São José dos Campos (SP), no Vale do Paraíba, em evento que comemora a inauguração da nova concessão da rodovia Presidente Dutra, que conecta São Paulo e Rio de Janeiro.

Em seu discurso, Bolsonaro não mencionou diretamente o conflito no Leste Europeu, mas fez alusão a "um problema a 10 mil quilômetros daqui".

"Hoje temos um problema a 10 mil quilômetros daqui e a nossa responsabilidade em primeiro lugar é com o bem-estar do nosso povo. A nossa postura tem mostrado para o mundo como estamos reagindo nesse episódio. Estamos conectados com o mundo todo, o equilíbrio, a isenção e o respeito a todos se faz valer (sic) pelo chefe do Executivo", disse Bolsonaro.

Leia Também

Segundo o presidente, "o Brasil não mergulhará numa aventura" e "respeita a liberdade de todos, faz tudo pela paz". Bolsonaro tem sido criticado por manter uma postura neutra a respeito da invasão da Rússia na Ucrânia .

Nesta semana, o encarregado de negócios da Embaixada da Ucrânia no Brasil, o diplomata Anatoliy Tkach, afirmou que não existe posição neutra sobre o conflito.

"Nós sabemos quem é o agressor e quem é a vítima. Não entendo como a imparcialidade pode se aplicar nessa situação", disse, em alusão à postura do governo brasileiro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários