Alckmin durante evento com centrais sindicais nesta quinta-feira
Divulgação / Divulgação
Alckmin durante evento com centrais sindicais nesta quinta-feira

Em encontro com representantes de centrais sindicais na manhã desta quinta-feira, o  ex-governador Geraldo Alckmin voltou a dar sinais de sua aproximação com o ex-presidente Lula e fez elogios ao petista.

Segundo interlocutores, Alckmin disse que se filiará a um partido já em março para que possa ser vice na chapa que deve lançar Lula candidato a presidente da República pelo PT.

"O Lula é uma personalidade experiente, que conhece todos os problemas do país e tem condições de tocar o barco (...) A decisão (sobre a filiação a um novo partido) deve sair no próximo mês e a gente vai resolver", disse Alckmin, de acordo com aliados.

Ainda segundo interlocutores, Alckmin também destacou a importância do fortalecimento da democracia para a recuperação da economia do país e da necessidade de geração de emprego e renda.

Leia Também

Após deixar o PSDB, o ex-governador tem até o dia 2 de abril para a escolha do seu novo partido. No evento, Alckmin esteve ao lado do presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, que é integrante do PSD e um dos entusiastas da filiação do ex-governador para o partido do ex-ministro Gilberto Kassab.

Alckmin não descarta o PSD, embora nos últimos dias tenha se aproximado do PV como reação a um impasse que envolve a aliança entre PT e PSB em São Paulo. No estado, os dois partidos têm pré-candidatos ao Palácio dos Bandeirantes — o ex-prefeito Fernando Haddad e o ex-governador Márcio França.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários