Ministro da Defesa, Braga Netto, e o presidente Jair Bolsonaro
Valter Campanato/ Agência Brasil
Ministro da Defesa, Braga Netto, e o presidente Jair Bolsonaro


O presidente Jair Bolsonaro voltou a pôr em xeque a confiabilidade do sistema eleitoral brasileiro. Na manhã deste sábado (11), ele disse que há "muitas dúvidas" ainda não respondidas pelo  Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o processo de votação.


"As pesquisas diziam que eu não iria pro segundo turno e que, se eu fosse, perderia pra qualquer um e agora a gente sente a mesma coisa e a gente vê com preocupação porque, não quero entrar em detalhes, nós temos um sistema eleitoral que não é de confiança de todos nós ainda", declarou em entrevista ao ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, na Rádio Tupi.


A entrevista foi transmitida ao vivo no Facebook do presidente. "A máquina não mente, mas quem opera a máquina é um ser humano, então existem ainda muitas dúvidas no tocante a isso e a gente espera que nos próximos dias, a gente tire muitas dúvidas", seguiu.

Leia Também


Segundo o presidente, as Forças Armadas identificaram "algumas dezenas de dúvidas" sobre o sistema e oficiaram o TSE, que não respondeu os questionamentos. Além disso, ele relatou que o ministro da Defesa, o general Braga Netto, iria conversar com o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, para cobrar esclarecimentos.



Diante disso, o iG procurou a assessoria de comunicação da pasta para saber quais perguntas foram feitas e quando elas foram enviadas, mas não obteve retorno até o momento da publicação desta nota.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários