Castro se encontra com Temer em SP de olho no apoio do MDB
Reprodução
Castro se encontra com Temer em SP de olho no apoio do MDB

Enquanto seu potenciais adversários nas eleições de outubro ainda patinam na articulação de alianças, o governador Cláudio Castro (PL), que concorrerá com o apoio do presidente Jair Bolsonaro , segue avançando na construção de um palanque mais amplo. Na última semana, Castro esteve em São Paulo, onde se encontrou com as duas principais figuras nacionais de MDB e PSDB para buscar a chancela às alianças locais já bem avançadas com as duas siglas.

Com o ex-presidente Michel Temer (MDB) , Castro publicou foto nas redes sociais e pediu aval ao seu acerto com o MDB fluminense. Foi durante a gestão de Temer que o Rio aderiu ao Regime de Recuperação Fiscal, ora em rediscussão com o Ministério da Economia. Ainda em sua passagem por São Paulo, Castro se reuniu também com o governador João Doria (PSDB). O tucano sonha com a Presidência da República e se tornou adversário ferrenho de Bolsonaro. A conversa com Doria foi reservada e sem registros públicos, para não irritar o titular do Planalto.

Castro tem a autorização da família Bolsonaro para buscar apoio nos partidos de alguns adversários de Jair Bolsonaro, seu correligionário no PL. Mas com uma ressalva: só onde, na avaliação do clã, não houver risco ao projeto de reeleição do presidente.

O governador tem bem encaminhado o acordo com o PSDB no Rio. O tucano Max Lemos chefia em seu governo a estratégica Secretaria de Infraestrutura e Obras, com um orçamento gordo que tem irrigado obras em várias cidades do interior e pavimentado a adesão de prefeitos à reeleição do governador.

Nas contas do governador e de caciques estaduais do PL, o objetivo é que seu palanque à reeleição reúna ao menos 80 prefeitos (são ao todo 92 no estado) e congregue todos os principais partidos, à exceção apenas de PT, PDT, PSB e PSD, que se dividirão entre o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e o escolhido entre os nomes de PDT (Rodrigo Neves) e PSD (Felipe Santa Cruz).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários