Onyx Lorenzoni, ministro do Trabalho e Previdência
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Onyx Lorenzoni, ministro do Trabalho e Previdência


O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, já tem data para se filiar ao PL. Ele vai disputar o governo do Rio Grande do Sul pelo partido.


“Conversei com o presidente [Jair Bolsonaro] e, no dia 22 de março deste ano, dentro da janela partidária, eu vou assinar ficha no PL. De certa forma, eu vou voltar para casa, já que os meus 10 primeiros anos de vida pública foi dentro do PL. Aí será o pré-lançamento, como determina a lei, da candidatura ao governo do Rio Grande do Sul”, disse o ministro em entrevista à BandNews nesta sexta-feira (4).


Ele menciona o presidente da República porque, para se candidatar, precisará deixar o posto no ministério até seis meses antes da eleição.


Segundo Bolsonaro, além de Onyx, ao menos  outros 10 ministros devem se exonerar dos cargos no Executivo para concorrer nas eleições. Alguns dos nomes cotados são Tereza Cristina, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que deve se candidatar à Câmara ou ao Senado; Anderson Torres, da Justiça e Segurança Pública, que deve tentar uma cadeira no Senado pelo Distrito Federal; e Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, que deve se candidatar ao governo de São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários