Jair Bolsonaro (PL)
Reprodução/Flickr
Jair Bolsonaro (PL)

presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta segunda-feira (31) que é ele quem vai escolher o vice na chapa à reeleição, e não o líder do partido, Valdemar Costa Neto. O presidente se filiou ao Partido Liberal em novembro de 2021, após 2 anos sem uma legenda.

Bolsonaro ainda declarou que vai prorrogar o anúncio da decisão até o limite para evitar problemas e garantir a aprovação de matérias importantes no Congresso Nacional, como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite zerar o imposto do óleo diesel sem fonte compensadora.

“A gente vai escolher (o vice) aos 48 do segundo tempo, porque se escolher agora você causa turbulência. Algumas pessoas estão esperando ser convidadas e obviamente a decisão – como acertado com o líder do partido, o PL, o Valdemar –, eu é que escolherei”, afirmou o presidente em entrevista à TV Record durante agenda no estado do Rio de Janeiro.

O mandatário ainda ressaltou que não pretende ter turbulências e outras questões precisam ser resolvidas antes da escolha do vice.

“Então, vamos esperar um pouco mais, porque temos algumas coisas a passar no Parlamento ainda e não podemos ter turbulência. Algumas questões e essa PEC nossa que me permite zerar o imposto do óleo diesel no Brasil”, acrescentou.

Leia Também

A maior aposta para ser candidato a vice de Bolsonaro é o ministro da Defesa, Walter Braga Netto. Ainda, os integrantes do governo afirmam que a posição de vice fique com alguém do PP, pelo peso do partido em termos de estrutura nacional, tempo de exposição em rádio e TV e verbas dos fundos eleitoral e partidário.

Indagado sobre o perfil do vice, Bolsonaro declarou que "é alguém que, uma vez anunciado, pode ter certeza, não será novidade para vocês, porque é do nosso meio”.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários