Empresa que contratou Moro pede ao TCU para arquivar investigação
Reprodução
Empresa que contratou Moro pede ao TCU para arquivar investigação

A empresa norte-americana Alvarez & Marsal - que contratou a consultoria do  ex-juiz Sergio Moro - enviou um ofício na noita da última sexta-feira (28) ao Tribunal de Contas da União (TCU) solicitando que a instituição arquive a investigação que apura conflito de interesses do ex-ministro.

Aberta em 28 de dezembro, a investigação apura a atuação de Moro na A&M - empresa que administra ações de recuperação judicial de empresas, algumas delas alvos da operação Lava Jato.

Segundo a Alvarez & Marsal, "está comprovado que nenhum valor foi recebido pelo Sr. Sérgio Moro da A&M AJ e, consequentemente, não há conflito de interesses na contratação do Sr. Sérgio Moro e muito menos houve violação ao dever de fidúcia, lealdade e diligência da Administradora Judicial, como, inclusive, concluiu a Unidade Técnica" do TCU.


O documento apresentado pelos advogados da empresa norte-americana representam os mesmos apresentados por Moro em sua live na última sexta. Na ocasião, o ex-juiz revelou que recebeu US$ 656 mil - R$ 3,537 milhões -, em um contrato vigente entre o período de 23 de novembro de 2020 a 26 de novembro do ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários