Morre Maurílio, dupla de Luíza, nesta quarta-feira (29)
Reprodução
Morre Maurílio, dupla de Luíza, nesta quarta-feira (29)

Nesta quarta-feira (29), morreu aos 28 anos o cantor sertanejo Maurílio, que fazia dupla com Luiza , devido a um tromboembolismo pulmonar que levou a três paradas cardíacas. O sertanejo foi vítima de fake news do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que fez uma publicação nas redes sociais associando erroneamente a condição do cantor à vacina contra a Covid-19.

Maurílio estava internado desde o dia 15 de dezembro, quando descobriu a doença. De acordo com o último boletim médico, o cantor já apresentava uma piora no quadro clínico nas últimas 12 horas.

No Twitter , mesmo com a ausência de provas, o filho do presidente Jair Bolsonaro (PL) fez uma associação falsa entre a vacina da Covid e o estado de saúde de Maurílio, que já havia recebido duas doses do imunizante.

No post, o parlamentar colocou uma foto do cantor tomando a segunda dose da vacina, em 17 de dezembro, ao lado da notícia de que o artista havia sofrido uma parada cardíaca.

Leia Também

No entanto, o cantor já tinha predisposição genética para a condição, como divulgado pelo UOL , além de não haver nenhuma comprovação científica de que a vacina possa ter ocasionado as complicações.

Vacinação avança no Brasil

Nessa terça-feira (28), o Brasil atingiu a marca de 320 milhões de vacinas aplicadas  contra a Covid-19. O Ministério da Saúde informou que a ampla imunização tem gerado uma redução na quantidade de pessoas infectadas pela doença, além da diminuição das mortes e ocupação de leitos de UTI, como mostram os dados .

"Com o avanço da vacinação foi possível reduzir em mais de 90% o número de óbitos e o número de casos de Covid-19, quando comparado ao pico da pandemia, em abril de 2021. Temos hoje, no Brasil, o menor número de óbitos por Covid-19 desde abril de 2020", disse ontem o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários