Ex-presidente Lula (PT)
Reprodução
Ex-presidente Lula (PT)

Diante da calamidade no sul da Bahia , o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta segunda-feira (27), que é “urgente” o uso das Forças Armadas para socorrer vítimas das enchentes que atingem cidades da Bahia .

O político declarou que conversou com Rui Costa (PT), governador da Bahia , para que não ocorra nenhum tipo de “veto político” e que haja uma ajuda do governo federal neste momento.

Na manhã desta segunda, o governador da Bahia publicou em suas redes sociais que as águas na cabeceira do rio Cachoeira, um dos que atravessam a região, começaram a baixar, e que “a expectativa é de melhora nos próximos dias”.

Contudo, o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) mantém o alerta laranja, que significa risco de chuvas intensas com potencial de alagamentos e descargas elétricas no sul da Bahia.

Leia Também

Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), mais de 430 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas que deixou 20 mortos . Ademais, o estado tem 16.001 desabrigados pelas chuvas e 19.580 desalojados.

Até a publicação desta matéria, Rui Costa não se manifestou sobre o pedido de Lula e nem houve uma solicitação de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) para que militares pudessem assumir a linha de frente do enfrentamento à calamidade. As ações das Forças Armadas no estado tem sido realizada de maneira afluente aos esforços locais.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários