Advogada diz que Flordelis
Reprodução
Advogada diz que Flordelis "oscila entre esperança e fundo do poço"

Janira Rocha, advogada de  Flordelis - ex-deputada federal e presa acusada de participar do assassinato de Anderson do Carmo -, atualizou a situação da detenta. Segundo a representante, sua cliente oscila "entre a esperança e o fundo do poço".

"Muito antes da morte do pastor, ela tomava ansiolíticos e remédios para dormir. Estamos aguardando os laudos. Desde que foi presa, já foi atendida umas quatro vezes no sistema", ressalta a advogada da cantora gospel.

De acordo com a Janira, Flordelis apresenta lapsos de memória, dores de cabeça e frequentes desmaios na penitnciária Talavera Bruce, situada no Compleco de Gericinó, em Bangu-RJ.

No local, a ex-parlamentar divide uma cela com 15 mulheres grávidas. Seu maior baque, segundo sua representante, teria acontecido em 24 de novembro, no julgamento que condenou seu filho biológico Flávio dos Santos Rodrigues a mais de 33 anos de prisão por envolvimento na morte do padrasto.

Leia Também

"Flordelis viu pela televisão. Ficou muito mal, achou o Flávio muito magro", explicou.


Allan Duarte, um dos delegados da Polícia Civil do Rio, falou ao portal Metrópoles sobre as investigações do assassinato. Segundo o oficial, "a família é uma organização criminosa onde nada acontecia sem o conhecimento de Flordelis. Ela tem memória seletiva. Por exemplo, nunca revelou o local exato onde esteve com o pastor no dia do crime. As provas técnicas, como depoimentos e troca de mensagens entre os familiares, são harmônicas".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários