Ex-presidente Lula (PT)
Lula Marques/Agência PT
Ex-presidente Lula (PT)

O diretório nacional do PT aprovou nesta quinta-feira a abertura das conversas com PSB, PCdoB, PV e PSOL para a formação de uma federação partidária para as eleições de 2022. A formalização da união teria como objetivo principal fortalecer a candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto .

O comando do PT conseguiu romper resistências internas para aprovar a resolução que autoriza a abertura das negociações. Houve 72 votos favoráveis e apenas sete contra. A executiva nacional conduzirá as conversas com os outros partidos. Caso ocorram entendimentos, o tema será submetido novamente ao diretório nacional.

Em setembro, o Congresso derrubou o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei que permite aos partidos se reunirem em federações. Pelo texto aprovado, as legendas são obrigadas a permanecer unidas por um período de quatro anos e teriam que atuar juntas, neste período, em todas as eleições nas esferas federal, estadual e municipal.

Na semana passada, o PSOL aprovou a abertura de conversas sobre formação de federação com PCdoB e Rede. Não há deliberação na legenda sobre negociações com o PT.

"Conforme resolução aprovada pela executiva nacional, o diálogo está instalado com Rede e PCdoB. Outras propostas de federação serão analisadas pelas instâncias nacionais do partido", disse o presidente do PSOL, Juliano Medeiros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários