Lula critica ação da Polícia Federal contra Ciro Gomes:
Reprodução: iG Minas Gerais
Lula critica ação da Polícia Federal contra Ciro Gomes: "Inexplicável"

ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) concedeu entrevista à Rádio Clube AM, na manhã desta quarta-feira (15), e criticou as  ações da Polícia Federal contra o pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), que foi alvo de mandados de busca e apreensão por suposto envolvimento com um esquema de corrupção durante as obras da Arena Castelão para a Copa do Mundo de 2014.

"É inexplicável que as pessoas que poderiam ser intimadas para dar explicação, tenham a casa invadida sem levar em consideração que um é candidato a presidente e o outro é um senador da República", afirmou o ex-presidente.


Em suas redes sociais, o petista também prestou sua "solidariedade" a Ciro Gomes e classificou a ação da Polícia Federal como uma "invasão". "Quero prestar minha solidariedade ao senador Cid Gomes e ao pré-candidato a presidente Ciro Gomes, que tiveram suas casas invadidas sem necessidade, sem serem intimados para depor e sem levar em conta a trajetória de vida idônea dos dois. Eles merecem ser respeitados".

Leia Também


O pedetista respondeu Lula e afirmou que os mandados cumpridos pela PF referem-se ao "estado policial de Bolsonaro". "Me considero na obrigação de dar todos os esclarecimentos necessários, em respeito ao povo brasileiro, e o farei", afirmou Ciro.


Em entrevista ao programa do jornalista José Luiz Datena que "a intenção [da ação da PF] é me abater, para eu ser moderado e não continuar atacando aqueles ladrões, assaltantes da vida pública brasileira, como é o Bolsonaro e como foi o Lula".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários