José Luiz Datena
Reprodução/Instagram
José Luiz Datena

José Luiz Datena disse que pode adiar sua filiação ao PSD prevista para a próxima quarta-feira (24). Em entrevista ao UOL, ele disse que a decisão é motivada pelas últimas mudanças no cenário político. 

Entre as alterações, o jornalista citou a aproximação de Geraldo Alckmin, que está saindo do PSDB, com o ex-presidente Lula (PT). A proposta inicial era que Datena saísse candidato ao Senado acompanhando a chapa de Alckmin, que se filiaria ao PSD com Márcio França como vice. 

"Se Alckmin não sair a governador pelo PSD e ser vice do Lula, como vai ficar a situação política? Se o Márcio França decidir sair de vice para acompanhar o Haddad, o Lula, o movimento é outro", disse. 

O jornalista disse que está esperando a movimentação de outros políticos para tomar uma decisão sobre seus próximos passos. Datena afirmou que pretende respeitar seu próprio tempo e não se preciptar, assim poderá escolher melhor seus aliados.

Mesmo estando em contato com outros partidos, ele disse que o cenário de filiação ao PSD é o mais provável. "Tenho outros convites que ainda não posso falar porque não foram liberadas as negociações. Por enquanto, a definição mais clara é o caminho do PSD, mas não é definitivo", afirmou. 

Leia Também

Datena também disse que deixou aberta a possibilidade de ser candidato a governador pelo PSD caso Alckmin escolha outro caminho, e que vai fechar com Gilberto Kassab para o Senado ou governo do estado. 

Apesar das incertezas, o jornalista confirmou sua presença no Encontro Nacional do PSD que acontecerá nesta quarta-feira. Datena participará remotamente. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários