Abraham Weintraub afirma que Exército possui um pensamento
Agência Brasil
Abraham Weintraub afirma que Exército possui um pensamento "próximo do socialismo"

ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, participou de um evento conservador no último domingo (14) e afirmou que os militares que ocupam o alto escalão do Exército brasileiro pensam de maneira próxima ao socialismo. "Não é nem na Aeronáutica e nem na Marinha, é mais no Exército mesmo", disse.

"Eu nunca tinha trabalhado em Brasília, e para mim foi uma surpresa o Exército brasileiro, [que], principalmente no topo dele, tem muitos positivistas", explicou o economista.

"[O positivista] é uma pessoa que acredita na concentração de poder no topo da hierarquia, e aí tem uma simbiose com a própria estrutura do Exército, aonde lá no topo decide-se o que vai ser feito para toda a população", continuou o seu raciocínio.

"Isso está muito mais próximo do socialismo, do totalitarismo. Não que eles sejam, mas eles olham para nós conservadores, aonde o poder está no indivíduo… Os meus direitos, os direitos da minha família, não podem ser suprimidos, em hipótese alguma, por uma decisão de algum 'sábio' na capital em prol de um bem comum", completou.


O ex-ministro também ressatou que "[o Exército] não é um inimigo", e que é preciso "ter cuidado quando for fazer alguma aliança com eles, porque o que a gente prega não bate com o que eles querem. Eles gostam de uma estatal. Gostam de interferência central e planejamento central".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários