Após relatório da CPI, Bolsonaro diz que não tem 'culpa de absolutamente nada'
Reprodução
Após relatório da CPI, Bolsonaro diz que não tem 'culpa de absolutamente nada'

Horas após a apresentação do  relatório final da CPI da Covid, que pede seu indiciamento por dez crimes, o presidente Jair Bolsonaro criticou a comissão, afirmou que não tem "culpa de absolutamente nada" e que seu governo fez "a coisa certa desde o primeiro momento".

O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), atribuiu dez crimes a Bolsonaro: epidemia com resultado de morte, infração de medida sanitária, incitação ao crime, falsificação de documento particular, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação, crimes contra a humanidade, crimes de responsabilidade, violação de direito social e incompatibilidade com o decoro do cargo.

Enquanto o relatório ainda era lido na comissão, Bolsonaro participou de um evento em Russas (CE) e afirmou que a CPI não fez nada "produtivo" e apenas gerou "ódio e rancor". 

"Como seria bom se aquela CPI tivesse fazendo algo de produtivo para o nosso Brasil. Tomaram tempo de nosso ministro da Saúde, de servidores, de pessoas humildes e de empresários. Nada produziram, a não ser o ódio e o rancor entre alguns de nós. Mas nós sabemos que não temos culpa de absolutamente nada. Sabemos que fizemos a coisa certa desde o primeiro momento", discursou o presidente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários