Senador Renan Calheiros (MDB-AL)
Jefferson Rudy/Agência Senado
Senador Renan Calheiros (MDB-AL)

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL) , distribuiu cópias da minuta do relatório final aos senadores da Comissão. O texto, que sugere o  indiciamento de mais de 70 pessoas está previsto para ser lido nesta quarta-feira (20).

Até a leitura, o documento ainda está sujeito a alterações. Há divergências entre os membros da CPI em relação ao conteúdo do relatório, explicitadas com a  má repercussão do vazamento da minuta .

Nessa terça-feira (18), o presidente da Comissão,  senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que Renan vazou partes do relatório de propósito para expor divergências , o que inviabilizou a discussão sobre o texto. Para Omar, agora não há condições de retirar sugestões de indiciamento que estão no documento, embora haja acusações "frágeis", e o grupo será obrigado a votar a favor do relatório como está.

A votação do parecer está prevista para acontecer na terça-feira que vem, dia 26. Depois, a conclusão será encaminhada aos órgãos de controle, que poderão abrir processos sobre os supostos crimes listados pelo senador do documento.

Leia Também

No relatório, Renan faz 72 pedidos de indiciamento. Alguns dos principais alvos são o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, o atual chefe da pasta, o médico Marcelo Queiroga, os três filhos políticos de Bolsonaro e vários ministros.

O relator  propôs indiciar Bolsonaro por 12 crimes , entre eles o de homicídio doloso, quando há intenção de matar, por ter demorado a comprar vacinas contra a Covid-19.

Confira, abaixo, a minuta do relatório final:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários