João Doria e Eduardo Leite
Reprodução
João Doria e Eduardo Leite

O governador João Doria informou nesta sexta-feira que não vai participar do primeiro debate das prévias que escolherão o candidato do PSDB à Presidência da República em 2022. Marcado para a próxima terça-feira, o evento está sendo organizado pelos jornais O GLOBO e Valor e será transmitido em tempo real pelos sites e redes sociais dos dois veículos. Na carta em que comunica sua ausência, o governador alega que o PSDB não dialogou previamente com os candidatos sobre as regras e que "o formato não permitiu o entendimento entre todos".

Como previsto nas regras acertadas com o partido, e assinadas pela direção do PSDB e pelos demais pré-candidatos, mesmo sem a presença de Doria o debate está mantido entre os outros participantes das prévias:  o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

A realização do evento foi anunciada publicamente pelo GLOBO e pelo  PSDB no dia 3 de setembro e desde o início da organização o partido havia informado que todos os pré-candidatos — na época o senador Tasso Jereissati também estava na disputa - haviam se comprometido a participar com as regras que fossem estabelecidas pelos jornais. Na última sexta-feira, o GLOBO e VALOR enviaram formalmente ao partido um documento com todas as regras detalhadas. Ontem, no início da tarde, foi realizada uma reunião com representantes dos partidos e de assessores dos três pré-candidatos para esclarecimentos e pequenos ajustes.

A única divergência apresentada durante a reunião desta quinta-feira foi em relação à duração do evento: as campanhas de Doria e Virgílio preferiam que ele tivesse uma hora e meia, enquanto Leite e a direção nacional do PSDB apoiavam a proposta original, de cerca de duas horas de duração. O GLOBO e o VALOR se dispuseram a analisar qualquer pedido de alteração nas regras, desde que fosse pleiteado de forma consensual pelos tucanos. Nesta sexta-feira, no entanto, Doria informou que não irá ao debate, mas, na nota, não explica de qual regra estabelecida ele discorda.

Pelas regras acertadas, o debate teria a perguntas entre os pré-candidatos com tema livre e perguntas de colunistas do GLOBO e do VALOR . O modelo de debates com perguntas livres entre candidatos e de perguntas de jornalistas para candidatos é consagrado e usado há décadas em disputas majoritárias no Brasil e no mundo, e inclusive se tornou marca dos debates de prévias dos partidos norte-americanos.

Leia Também

O PSDB ainda não se pronunciou. O presidente do PSDB, Bruno Araújo, apenas lamentou a ausência de Doria: "O Globo cumpre seu compromisso Institucional de promover o debate de ideias que contribui com o processo democrático brasileiro. As prévias promovidas pelo PSDB são o maior evento da nossa história democrática na escolha de um pré-candidato a Presidente. Lamento, mas respeito a decisão do Governador João Dória. Na terça (19) termos a oportunidade de conhecer melhor o que pensa dois dos nosso pré-candidatos à Presidência da República".

Leia a íntegra da nota

"O governador de São Paulo João Doria não participará do debate do Grupo Globo das prévias do PSDB. Doria sempre defendeu, participou e apoiou debates. No entanto, as regras que definiriam o debate do Grupo Globo não foram discutidas previamente entre as equipes dos candidatos, conforme acordado anteriormente com o partido. O formato não permitiu o entendimento entre todos. O que seria razoável e necessário, especialmente em se tratando de prévias entre candidatos do mesmo partido. Não há inimigos.

Esclarecemos que o Grupo Globo não tem qualquer responsabilidade na imposição de regras. Mas faltou ao próprio PSDB o cuidado em dialogar previamente com todos os candidatos sobre as regras desse debate. Os debates devem valorizar a oportunidade de cada candidato oferecer sua visão para o Brasil em temas como educação, saúde, emprego, meio ambiente, proteção social, crescimento econômico e outros campos da gestão pública.

Doria, que sempre participou de debates em disputas eleitorais, reafirma a importância desses encontros na construção da democracia. E se compromete a participar de debates durante as prévias, desde que as regras sejam definidas conjuntamente e não unilateralmente."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários