Fernando Haddad
Reprodução
Fernando Haddad



Ex-prefeito de São Paulo e candidato à Presidência da República em 2018, Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, afirmou que a sigla não é de esquerda durante um jantar com empresários e banqueiros, nesta quarta-feira (13), na capital paulista. As informações são do jornalista Lauro Jardim, colunista de "O GLOBO".

No encontro promovido pela Esfera Brasil, entidade que promove diálogos entre os setores privado e público, Haddad disse que "o PT não é um partido de esquerda, mas de centro-esquerda" a cerca de 20 convidados. A intenção, segundo o colunista, era tranquilizar o empresariado diante de uma possível vitória de Lula nas eleições presidenciais de 2022.


Haddad também falou sobre corrupção na gestão de Lula: "Houve corrupção na Petrobras no governo Lula, mas eram ações de diretores da empresa, sem o conhecimento do então presidente", afirmou. Por fim, o ex-prefeito paulistano declarou: "A grande vingança de Lula será fazer o Brasil crescer novamente", finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários