João Doria
Reprodução
João Doria



O líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo, vereador Xexéu Tripoli, declarou nesta sexta-feira apoio ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, na prévia que escolherá o candidato do partido à Presidência da República. A adesão representa mais uma baixa para o governador João Doria em seu estado.

Apesar do diretório paulista ter formalizado apoio a Doria, os ex-presidentes do partido no estado Pedro Tobias e Antonio Carlos Panunnzio também declaram voto em Leite. Os dois são aliados do ex-governador Geraldo Alckmin. Paulo Serra, prefeito de Santo André, município do ABC paulista, é outro nome do PSDB local que defende a escolha do gaúcho.


Leia Também

Tripoli  afirmou ver em Leite "capacidade de diálogo e a visão de futuro". Ele recebeu o governador gaúcho na semana passada. "O Eduardo tem as qualidades necessárias para que o Brasil seja realmente um país com oportunidades para todos, na busca por Justiça social, com respeito às diferenças e à diversidade. Enfim, com respeito e apreço pela democracia", afirmou o vereador, em nota.

Ele também comparou o governador ao prefeito Bruno Covas, que morreu neste ano. "Foi o equilibro de Bruno Covas que me trouxe ao PSDB. E vejo no Eduardo Leite as mesmas qualidades que via no Bruno, como a capacidade de diálogo e a visão de futuro, além de coragem para enfrentar e superar desafios com tranquilidade."

O PSDB da capital não tem deputados federais nem estaduais, por isso a adesão do vereador ganha um peso maior. O irmão de Xexeu Tripoli, Ricardo Tripoli, é secretário da Casa Civil da prefeitura. Ricardo ainda não manifestou a sua preferência nas prévias.

A disputa das prévias está acirrada. Sete estados (MG, RS, PR, BA, CE, AL e AP) declaram apoio a Leite e cinco diretórios fecharam com Doria (SP, PA, DF, AC e TO).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários