Queiroga faz gesto obsceno a manifestantes em NY
Reprodução
Queiroga faz gesto obsceno a manifestantes em NY

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, respondeu manifestantes brasileiros em Nova York na noite desta segunda-feira (20) com gestos obscenos. De dentro de um micro-ônibus que transportava a comitiva brasileira, o médico mostrou o dedo médio para as pessoas que criticavam a presença de Bolsonaro na cidade. 

No vídeo, é possível escutar xingamentos de 'genocida' e 'assassino' ao presidente Jair Bolsonaro. Havia, também, um caminhão com um telão que exibia a imagem do chefe do Executivo junto a palavras que o vinculam às queimadas na Amazônia.

Queiroga se levanta do banco do carro, ergue os dedos médios das duas mãos para os manifestantes e chacoalha as mãos. Os manifestantes respondem também com gestos obscenos e palavras de baixo calão. Veja o vídeo abaixo.


 Na manhã de hoje, Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais para criticar a imprensa brasileira e os manifestantes. "Meia dúzia de acéfalos protestam contra Jair Bolsonaro para delírio de parte da imprensa ($) brasileira", disse o mandatário.

"Olha aqui, tem aproximadamente dez pessoas aqui fazendo um escarcéu. Pessoas fora de si e, logicamente, a imprensa brasileira vai dizer que houve uma manifestação enorme contra mim aqui em Nova York. Esse bando que está aqui podia... Esse bando nem sabe o que está falando ali. Estão protestando, deveriam estar em um país socialista e não nos Estados Unidos. Não tem ninguém", declarou


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários